Botafogo inicia plantio dos gramados, mas mudança para o novo CT segue sem data

O Botafogo iniciou na última semana o plantio da grama no campo 3 do centro de treinamentos que está sendo construído pelo clube em Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Após a conclusão dos três primeiros campos, as obras serão paralisadas, e a continuidade depende de recursos a serem arrecadados pela próxima gestão. Não há previsão de quando será feita a mudança para o novo CT.

Depois de plantada a grama no campo 3 com o mesmo método utilizado em campos da Copa do Mundo no Catar, como informou inicialmente o blog “Fogo na Rede”, serão feitos os plantios também nos campos 1 e 2.

A última previsão do Botafogo dava conta de que os três campos, que correspondem à primeira etapa das obras, seriam terminados em agosto passado.

Gramado do campo 3 do CT do Botafogo começou a ser plantado; ainda falta concluir os campos 1 e 2 — Foto: Divulgação

Gramado do campo 3 do CT do Botafogo começou a ser plantado; ainda falta concluir os campos 1 e 2 — Foto: Divulgação

O dinheiro usado para os campos foi cedido pelos irmãos Moreira Salles, que também bancaram a compra do terreno – o Espaço Lonier. Os cerca de R$ 25 milhões serão ressarcidos em um prazo de 30 anos, em 360 parcelas corrigidas pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

Além da construção dos campos, os R$ 5 milhões que restaram após a aquisição do espaço foram empenhados em taxas, impostos, registro de escrituras, levantamentos topográficos, projeto de arquitetura, retirada e transplantio de árvores, entre outros itens.

Ha alguns meses, a esperança era de que a Botafogo S/A ficasse responsável pela finalização do CT. Agora, após complicações com o cenário imposto pela pandemia, até mesmo o projeto foi colocado em risco, e o clube estuda outras possibilidades para superar as dívidas, inclusive a recuperação judicial.

O CT torna-se então mais um desafio a ser abraçado pelo próximo presidente do Botafogo, que será escolhido em eleição marcada para o dia 24 de novembro.

O projeto do CT do Botafogo é da Tecnoplano, empresa portuguesa que tem no currículo os centros de treinamento da seleção de Portugal e do Benfica. A Greenleaf é a responsável pelo preparo dos campos. O local atenderá não só aos profissionais, mas também às categorias de base, que hoje treinam em General Severiano e no Caio Martins, em Niterói.

O Espaço Lonier possui 200.000 m² e sua estrutura já oferecia auditório, vestiários, restaurantes, além de um hotel com 40 quartos com capacidade para receber até 180 pessoas.

Por Davi Barros e Emanuelle Ribeiro — Rio de Janeiro

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *