Kamala Harris toma posse como primeira mulher vice-presidente dos EUA

A senadora Kamala Harris, de 55 anos, tomou posse nesta quarta-feira (20) como vice-presidente dos Estados Unidos.

Após o juramento da posse, conduzido pela juíza da Suprema Corte Sonia Sotomayor, Kamala Harris se tornou a primeira mulher a ocupar o cargo e sucede Mike Pence, vice de Donald Trump.

Após o juramente de Harris, o democrata Joe Biden, tomou posse como 46º presidente dos Estados Unidos. Em seu discurso, Biden disse que a democracia prevaleceu e que vai governar para todos os cidadãos.

A escolha de Kamala Harris para integrar a chapa democrata foi vista como um aceno do partido às minorias, sendo ela mulher, negra e filha de imigrantes.

A opção por Harris foi fundamental para a eleição de Biden porque funcionou como um chamariz para convencer eleitores negros a votar no pleito de 2020.

Nos Estados Unidos, o vice-presidente também atua como presidente do Senado, então Harris deve desempenhar um papel decisivo nos próximos anos. Como a composição da casa legislativa está dividida igualmente entre democratas e republicanos, a vice-presidente deve ter a responsabilidade de desempatar diversas votações.

Perfil da vice-presidente

Senadora pelo estado da Califórnia desde 2017, Harris chegou a se apresentar como pré-candidata à Casa Branca e liderou algumas das pesquisas internas do Partido Democrata. No entanto, foi perdendo apoio até deixar de vez a corrida presidencial.

Formada em direito e ex-procuradora do distrito de San Francisco e do estado da Califórnia, a agora vice-presidente eleita ganhou projeção nacional ao questionar duramente, em sabatinas no Senado, indicados por Trump para cargos de juiz da Suprema Corte e de Secretário de Justiça.

Harris nasceu numa família de imigrantes: a mãe dela é indiana, e o pai, jamaicano. Os dois tiveram vidas marcadas pela narrativa do “sonho americano”.

A mãe, que morreu em 2009, se tornou uma notável pesquisadora de câncer e ativista de direitos civis. O pai, hoje com 82 anos, foi professor de economia.

Os pais se divorciaram quando Harris tinha sete anos. Ela foi criada majoritariamente pela mãe.

“Minha mãe entendia muito bem que estava criando duas filhas negras”, escreveu, em sua autobiografia. “Ela estava determinada a garantir que nos tornaríamos mulheres negras confiantes e orgulhosas.”

No povoado indiano de Thulasendrapuram, onde viveu o avô materno de Harris, moradores lançaram fogos de artifício para comemorar a vitória da vice-presidente eleita.

Kamala Harris discursa após confirmação da vitória do democrata Joe Biden, em novembro — Foto: Andrew Harnik/Reuters

Kamala Harris discursa após confirmação da vitória do democrata Joe Biden, em novembro — Foto: Andrew Harnik/Reuters

Em 2013, Harris conheceu o advogado Douglas Emhoff, com quem se casaria um ano depois. Ele, divorciado, tinha filhas crescidas de outro casamento, que chamam Kamala de “Momala”.

Logo após o anúncio da vitória de Biden e Harris projetada pela mídia americana, Emhoff – que tem sido descrito pela imprensa como “marido dedicado” – postou uma foto com a mulher no Twitter dizendo que estava “muito orgulhoso”.

Posse de Biden

O democrata Joe Biden, 78, tomou posse nesta quarta-feira (20) sucedendo o republicano Donald Trump na presidência dos Estados Unidos.

Trump não participou da cerimônia de posse e deixou a Casa Branca na manhã desta quarta. Ele passou mais de dois meses questionando a vitória de Biden nas eleições de 3 de novembro.

O democrata venceu as eleições de novembro com ampla maioria dos votos: foram 306 votos eleitorais contra 232 do seu adversário.

No início de janeiro, o Congresso americano teve que interromper a contagem oficial dos votos do Colégio Eleitoral porque extremistas apoiadores de Trump invadiram a sede do legislativo.

Domo do Capitólio dos EUA é visto a partir da instalação das bandeiras no Passeio Nacional, em Washington, em 20 de janeiro de 2021 — Foto: Julio Cortez/AP

Domo do Capitólio dos EUA é visto a partir da instalação das bandeiras no Passeio Nacional, em Washington, em 20 de janeiro de 2021 — Foto: Julio Cortez/AP

Despedida de Trump

O presidente do Donald Trump, deixou a Casa Branca na manhã desta quarta e embarcou para seu resort Mar-a-Lago, na Flórida, onde passará a morar a partir de então.

Em um discurso de despedida, na Base Andrews, da Força Aérea americana, Trump não mencionou em nenhum momento o nome de Joe Biden.

Suas últimas palavras foram as seguintes: “Tenham uma boa vida. Nós nos veremos em breve”.

Trump discursa pela última vez como presidente em base aérea de Maryland, próxima a Washington, antes e embarcar para Flórida em 20 de janeiro de 2021 — Foto: Manuel Balce Ceneta/AP

Trump discursa pela última vez como presidente em base aérea de Maryland, próxima a Washington, antes e embarcar para Flórida em 20 de janeiro de 2021 — Foto: Manuel Balce Ceneta/AP

Por G1

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *