Clássico mantém tabu e tem símbolo da possível recuperação de Luan

O golaço de Luan, no finalzinho do primeiro tempo, empatou o clássico Corinthians x São Paulo em 1 x 1 e mostrou que todo o elenco corintiano comprou a briga do meia, eleito melhor jogador da América em 2017. Na comemoração, todo o banco de reservas e os jogadores que estavam em campo correram para abraçar o autor do lance mais bonito do Majestoso.

Naquele momento, parecia improvável a virada corintiana, que aconteceu, com gols de Luan e Mosquito. Luciano empatou, de pênalti, na última bola da partida.

O resultado manteve o tabu, sem vitórias do São Paulo na Neo Química Arena em 14 jogos disputados lá, desde a inauguração em 2014.

Mas chamou mesmo a atenção a festa em torno de Luan. A informação de dentro do vestiário corintiano é a de que o elenco comprou a luta de Luan, entendeu sua vontade de recuperar a qualidade de seus melhores tempos do Grêmio.

Luan deu duas finalizações e acertou uma no ângulo. Desarmou três vezes, ofereceu vinte passes e errou dois. Teve boa atuação.

É possível que o novo Corinthians nasça dos garotos, mas que precise de um craque entre eles. A ideia era que Luan fosse um deles e isto parecia impossível. Ainda parece improvável, mas a reação do melhor jogador da América de 2017, o golaço que empatou o clássico, e o elenco comemorando junto com ele, tudo isto dá noção de que há chance de acontecer.

Por PVC

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *