Marina Ruy Barbosa vai ao velório de amigas acompanhada do marido

Marina Ruy Barbosa esteve neste sábado (11) no velório das irmãs Maysa Mussi e Marcela Brandão, amigas suas que morreram vítimas de um acidente de jatinho na Bahia, no último dia 14. De óculos escuros, Marina chegou abatida ao Funeral Home, no bairro da Bela Vista, em São Paulo e estava acompanhada do marido, Alexandre Negrão.

Também foram se despedir de Maysa e Marcela os apresentadores Ronnie Vonn, César Filho, acompanhados respectivamente de Maria Cristina e Elaine Mickely, além de Otávio Mesquita e Isabella Fiorentino.

No começo da semana, os dois já haviam se despedido do piloto de Stock Car Tuka Rocha, que foi enterrado terça-feira no Cemitério do Morumby. O casal era amigo íntimo do piloto, de 36 anos, que também não sobreviveu aos ferimentos sofridos na queda do jato executivo em Maraú, no sul baiano. Maysa, de 27, assim como Tuka, chegou a ser levada para um hospital de Salvador, onde não resistiu. Marcela, de 37, morreu no impacto.

Entre os feridos, estão o filho de Marcela, um menino de 6 anos, e o marido dela, Eduardo Trajano Elias, de 38, além de Marcelo Constantino, de 28, e Marrie Cavelan, de 27 – todos foram transferidos da Bahia para hospitais de São Paulo. Fernando Oliveira Silva, de 26, segue internado em Salvador, e o piloto, Aires Napoleão, 66, teve alta esta semana.

Quem

Mulher que sofreu acidente e morreu após vestido ficar preso na corrente da moto é identificada

A mulher que morreu em um acidente de trânsito quando ia para um casamento na região sul de Palmas foi identificada como Suely da Conceição Araujo Gonçalves, de 37 anos. Ela era missionária e atuava em uma igreja evangélica no setor Dona Regina, também no sul da capital. Suely era casada e deixa quatro filhos, sendo três meninas e um menino.

A família informou que Suely seria madrinha do casamento junto com o marido, que é pastor. Ela era tia do jovem que estava se casando e estava na garupa da motocicleta usando vestido de festa longo. O vestido dela prendeu na corrente da motocicleta e ela foi puxada para trás.

Policial militar é sequestrada e salta de carro para se livrar de bandidos em rodovia de SP

Uma policial militar de 51 anos foi vítima de sequestro-relâmpago, na noite desta sexta-feira (22), na Rodovia Anchieta, em Cubatão (SP). Três bandidos a obrigaram a entrar no carro e pediram a senha de seus cartões. Com medo de ser identificada como policial, ela aproveitou a distração do criminoso e saltou do veículo em movimento para se livrar do trio.

Conforme registrado no boletim de ocorrência, a mulher estacionou o carro para visitar uma amiga, na esquina da Rua Martim Afonso com a Avenida Beira-mar, no bairro Jardim Casqueiro. Assim que a policial saiu do veículo, ela foi abordada por três criminosos, sendo que um estava armado. Em seguida, o trio anunciou o roubo. Eles não sabiam que ela é uma policial militar, já que não estava fardada.

Após título do Flamengo, Witzel se ajoelha diante de Gabigol, que caminha para o lado; veja vídeo

Depois da vitória por 2 a 1 sobre o River Plate que deu ao Flamengo o título da Libertadores, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, se ajoelhou diante de Gabigol no gramado do Estádio Monumental de Lima. Na imagem captada pelo repórter cinematográfico Edu Bernardes, Witzel cumprimenta o atacante e imediatamente se ajoelha. O camisa 9 rubro-negro olha para baixo e sai caminhando para o lado esquerdo.

Gabigol foi o destaque do Flamengo na final da Libertadores, ao marcar duas vezes, aos 43 e aos 46 minutos.

Anitta escolhe look sexy para cantar na final da Libertadores

Anitta está pronta para a sua performance na final da Libertadores neste sábado, 23, em Lima, no Peru. A cantora se apresenta às 16h no horário de Brasília antes do jogo entre Flamengo e e River Plate.

A artista escolheu um look total Dolce & Gabanna com direito a bota over the knee.

O cantor Gabriel O Pensador, além do colombiano Sebastián Yatra e os argentinos da banda Turf, Fito Páez e Tini Stoessel estão escalados para cantar.

Anitta chegou ao Peru na manhã deste sábado e avisou que, mesmo sendo botafoguense, sua torcida é pelo Flamengo.

DJ Rennan da Penha deixa presídio: ‘Agradeço aos meus fãs por toda força’

DJ Rennan da Penha deixou o presídio no Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. No próprio perfil do artista numa rede social, neste sábado (23), Rennan publicou uma foto acompanhada de uma mensagem agradecendo a Deus e aos fãs. “Muito obrigado meu Deus .. agradeço aos meus fãs por toda força e digo que se não fosse vocês eu não seria nada”, escreveu o DJ.

Rennan tinha sido preso em abril deste ano após ser condenado a seis anos e oito meses de prisão por associação ao tráfico de drogas. O DJ foi beneficiado pelo novo entendimento do STF sobre prisão em 2ª instância, que agora só acontece após esgotados todos os recursos.

Musas da banheira lamentam a morte de Gugu Liberato

Tremendo. Foi assim que Solange Gomes ficou após receber a notícia da morte do apresentador Gugu Liberato, na noite desta sexta-feira (22).

Em conversa com o G1, ela contou que mesmo depois de 20 anos de trabalharem juntos, no quadro “Banheira do Gugu”, que a consagrou, eles ainda mantinham contato.

“Ele escreveu o prefácio do meu livro e me chamou para participar do reality show de casais, que estava apresentando. Mas, como não estava namorando, não deu. Mas ele sempre me respondia nas redes sociais, era muito generoso. Aliás, essa a grande marca que vai ficar dele, a generosidade”, disse a modelo chorando por telefone.

Carille diz não se arrepender de fortes declarações no Corinthians e reafirma: “Muitos jogadores ali sentiram demais”

Ex-técnico do Corinthians, Fábio Carille recebeu a reportagem do GloboEsporte.com em seu apartamento, em São Paulo, para falar sobre a temporada à frente do Timão.

Entre polêmicas, decepções e aprendizados, o treinador disse não se arrepender por ter subido o tom nas últimas entrevistas como técnico do time.

– Não me arrependo (das entrevistas). Eu sei muito bem o que falei. Principalmente, dois dias depois do jogo contra o CSA. Eu sei bem o que eu falei e falo com 90% dos jogadores. Quando fez todo esse barulho, eu fiz questão de assistir várias vezes, eu falo de vergonha e parece que é um time que não é treinado. Eu estou falando do meu trabalho. Que parece que não estou dando treinos. Vários jogadores falaram que a imprensa é fogo, a gente assistiu, a gente viu. Depois, outras pessoas que ficaram chateadas depois viram de outra forma, também. Eu sei bem o que eu falei. Foi um aprendizado. Esse momento que eu passei é um momento que você não quer passar nunca, mas que vai passar. Foi o meu primeiro. Isso te caleja para outras situações – ponderou Carille.

No primeiro jogo sem o treinador, o volante Júnior Urso foi um dos jogadores que admitiu a chateação do elenco alvinegro com as declarações do técnico. Antes, o meia Mateus Vital havia se irritadocom o técnico por dizer que os garotos do time “sentiram o jogo” em derrota para o Independiente del Valle, na Copa Sul-Americana.

– Depois vi outra entrevista do Urso dizendo que tinha muito respeito por mim. Que era um ponto final. Eu não tenho nada contra ninguém. Meu coração não tem espaço para ter rancor com ninguém. Eu quero correr atrás do meu sucesso, atrás daquilo que me faz bem. Sem mágoas. Sobre Vital, saindo da minha sala e indo para o treino, o Vital passa e fala que deu uma resposta em cima de algo que falaram para ele e depois viu que minha entrevista não tinha sido bem assim. Eu disse que sabia como as coisas funcionam. Já fomos para o campo. Foi uma conversa muito rápido, e o Vital é um menino muito inteligente. Pela ideia e por tudo. Ele é diferente. Foi algo rápido.

“Muitos jogadores sentiram demais”

Carille também fez uma análise do rendimento dos jogadores durante a temporada. Na visão do ex-treinador do Corinthians, muitos sentiram o peso da camisa.

Lula rebate acusações de que PT promove radicalização: ‘Não estou mais radical, estou mais consciente’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva rebateu, na noite desta sexta-feira, em discurso na abertura decongresso do PT , em São Paulo, as acusações de que o PT promove a radicalização na política brasileira ao se opor ao governo do presidente Jair Bolsonaro . O ex-presidente afirmou que, após suas primeiras declarações depois de ganhar a liberdade no último dia 8, foi aconselhado a ter cuidado para “não tumultuar o ambiente político”. Defendeu, porém, a necessidade de o partido manter a polarização com Bolsonaro.

— Disseram que eu deveria ter cuidado para não polarizar o país, que seria melhor calar certas verdades para não tumultuar o ambiente político, para o PT não provocar uma ameaça à democracia.

O petista argumentou que o seu partido sempre defendeu e teve compromisso com a democracia.

— Quando perdemos (eleições), aceitamos o resultado e fizemos oposição, como determinaram as urnas. Quando vencemos, governamos com diálogo social, participação popular e respeito às instituições.

A fala de Lula foi anunciada como um pronunciamento à nação por parte do petista. O ex-presidente leu a maior parte do discurso. Depois de encerrar a leitura, o petista, falando de improviso, defendeu a necessidade de um pouco de radicalismo.

‘Nós não sabemos quanto de óleo ainda tem no mar’, diz Bolsonaro após fragmentos chegarem ao RJ

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, neste sábado (23), que o governo federal ainda “não sabe quanto óleo ainda tem no mar”, ao comentar a notícia de que fragmentos do material foram encontrados em São João da Barra, no Norte do Estado do Rio de Janeiro.

“Nos gostaríamos muito que fosse identificado quem cometeu, no meu entender, esse ato criminoso. Nós não sabemos quanto de óleo ainda tem no mar”, afirmou o presidente em entrevista após participação em evento militar na Zona Oeste do Rio.

Bolsonaro comenta chegada de óleo ao RJ — Foto: Reprodução/GloboNews

Bolsonaro comenta chegada de óleo ao RJ — Foto: Reprodução/GloboNews

A Marinha e outros órgãos federais que acompanham o desastre ambiental identificaram 300 gramas de fragmentos de óleo na Praia de Grussaí, em São João da Barra. A força-tarefa informou que o material foi detectado na sexta-feira (22) e é compatível com o que já foi encontrado na costa do Nordeste e do Espírito Santo.

“Na pior hipótese, um petroleiro, caso tenha jogado no mar toda a sua carga, menos de 10% chegou na nossa costa ainda. Então, nos preparemos para o pior. Pedimos a Deus que isso não aconteça”, acrescentou Bolsonaro.

Um grupo de militares da Marinha e servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foram para Grussaí. Havia a previsão de ocorrer uma reunião da força-tarefa ainda neste sábado.

Bolsonaro concedeu entrevista neste sábado após participar da comemoração do 74º aniversário de criação da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército Brasileiro, na Vila Militar, em Deodoro.

Escolha do número 38

Bolsonaro também comentou a escolha do número 38 para o Aliança pelo Brasil, nova sigla lançada por ele em Brasília na quinta-feira (21).

Na quinta-feira, em uma transmissão ao vivo em uma rede social, Bolsonaro afirmou que o Aliança o 38 foi escolhido por ser “um número fácil de gravar” e por haver “poucas opções”.

O 38 é o calibre de um dos modelos de revólver mais comuns. Entre os princípios que a nova legenda diz ter está o “direito à legítima defesa, inclusive por meio do acesso às armas”.

No ato de lançamento do Aliança na última quinta-feira, em Brasília, apoiadores trouxeram uma placa com a sigla e o nome do partido compostos por cartuchos de munição.

Cartuchos de munição foram usados para compor placa com nome do novo partido de Bolsonaro — Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Cartuchos de munição foram usados para compor placa com nome do novo partido de Bolsonaro — Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Neste sábado, o presidente repetiu explicação dada pelo filho e senador, Flávio Bolsonaro (sem partido), afirmando que o número não se refere ao calibre nominal de armas de fogo.

“Trigésimo oitavo presidente da República. Se alguém quiser associar as armas, tem que pegar o doze do PDT, 45 e outros números que tem por ai”, disse Bolsonaro.

Para ser oficializada, a nova legenda ainda depende da coleta de assinaturas e de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).