Com dois de Bruno Henrique, Flamengo vence Volta Redonda e está na final da Taça Rio

Fácil, fácil

O Flamengo joga fácil, não é novidade. Agora, quando o rival tem um nível técnio muito inferior fica praticamente impossível haver duelo. Em mais uma exibição na qual mostrou o seu poderio, o time de Jorge Jesus venceu o Volta Redonda por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã, e conquistou a classificação para a final da Taça Rio – o Fluminense será o rival na quarta-feira. Os dois gols do jogo foram marcados por Bruno Henrique.

  • Chance de título antecipado

    Como foi campeão da Taça Guanabara, o Flamengo tem a chance de ganhar o Carioca de forma antecipada – sem a necessidade da grande final. Para isso, precisa ser campeão da Taça Rio. Enfrentará o Fluminense, na quarta, em local e horário ainda não divulgados. Não há vantagem para nenhuma das duas equipes.

  • Os 90 minutos

    Mesmo com um começo em ritmo lento, o Flamengo dominou a partida – que não teve a presença de público por conta da pandemia do novo coronavírus. Demorou uns 10 minutos para o time de Jorge Jesus passar a ter o controle das ações e, a partir daí, poderia ter construído uma goleada (teve 25 finalizações contra seis do rival). Mesmo com a vantagem do empate, por ter melhor campanha, o Rubro-Negro buscou o gol a todo instante. Bruno Henrique marcou dois, um em cada tempo. Parecidos. Dentro da área, com assistência de Gabigol. Se no primeiro bateu de primeira cruzado, no segundo dominou e driblou o goleiro Douglas.

    • Chances perdidas

      Gabigol, Michael, Gerson, Arrascaeta, Diego… muitos jogadores do Flamengo desperdiçaram chances de gol. Gabigol, além das duas assistências, tentou marcar o dele. Finalizou cinco vezes, todas com perigo. Ficou no quase.

    • Boa campanha do Voltaço

      O Volta Redonda se despde do Carioca com uma boa campanha. Na classificação geral, terminou em terceiro lugar, com 22 pontos.

    Lance a lance

    Alerta de gols desligado

    • 49′

      2º TEMPO

      Termina o jogo.

    • 46′

      2º TEMPO

      ACRÉSCIMO DE TEMPO

      Mais três minutos.

    • 45′

      2º TEMPO

      João CarlosVolta Redonda

      João Carlos

      ATACANTE

      SAI

      Juan CarlosVolta Redonda

      Juan Carlos

      ATACANTE

      ENTRA

    • 44′

      2º TEMPO

      MarceloVolta Redonda

      Marcelo

      VOLANTE

      SAI

      Luan MartinsVolta Redonda

      Luan Martins

      MEIA CENTRAL

      ENTRA

    • 42′

      2º TEMPO

      Bruno HenriqueFlamengo

      Bruno Henrique

      ATACANTE

      SAI

      PedroFlamengo

      Pedro

      ATACANTE

      ENTRA

    • 41′

      2º TEMPO

    • 40′

      2º TEMPO

      QUASE!

      Gabigol passa de calcanhar a Diego, que invade a área e chuta com perigo. Quase o terceiro.

    • 39′

      2º TEMPO

      WallissonVolta Redonda

      Wallisson

      VOLANTE

      SAI

      Pedro ThomazVolta Redonda

      Pedro Thomaz

      VOLANTE

      ENTRA

    • 39′

      2º TEMPO

      Bruno BarraVolta Redonda

      Bruno Barra

      VOLANTE

      SAI

      William MineiroVolta Redonda

      William Mineiro

      ZAGUEIRO DIREITO

      ENTRA

    • 38′

      2º TEMPO

      Gabigol não desiste. Em chute de fora da área, quase marca de novo. A bola passa ao lado esquerdo de Douglas.

    • 38′

      2º TEMPO

      Gabigol não desiste. Em chute de fora da área, quase marca de novo. A bola passa ao lado esquerdo de Douglas.

    • 36′

      2º TEMPO

      O Voltaço tenta na bola parada. Marcelo cruza, mas Léo Pereira afasta.

    • 33′

      2º TEMPO

      Filipe LuísFlamengo

      Filipe Luís

      LATERAL ESQUERDA

      Cartão amarelo para Filipe Luís

    • 31′

      2º TEMPO

      Diego cobra falta, e Léo Pereira cabeceia para fora.

    • 29′

      2º TEMPO

      GersonFlamengo

      Gerson

      VOLANTE

      SAI

      Thiago MaiaFlamengo

      Thiago Maia

      VOLANTE

      ENTRA

    • 28′

      2º TEMPO

      Willian ArãoFlamengo

      Willian Arão

      VOLANTE

      SAI

      DiegoFlamengo

      Diego

      MEIA CENTRAL

      ENTRA

    • 28′

      2º TEMPO

    • 28′

      2º TEMPO

    • 26′

      2º TEMPO

      PASSA PERTO!

      Gabigol busca o gol dele nesta tarde. De fora da área, o chute rasteiro passa perto do gol de Douglas.

    • 22′

      2º TEMPO

      ASSUSTOU!

      Lançamento de Daniel descobre João Carlos. Ele ganha na corrida de Léo Pereira e chuta forte. A lance assusta, e a boa quase entra. Diego Alves estava batido.

    • 19′

      2º TEMPO

    • 18′

      2º TEMPO

      DOUGLAS DUAS VEZES!

      O goleiro do Voltaço defende chute de Gabigol de fora da área. No rebote, pega finalização de Michael. Impede o terceiro gol do Flamengo.

    • 16′

      2º TEMPO

      INACREDITÁVEL!

      O Flamengo troca passes dentro da área do Volta Redonda. Gerson finaliza, e o zagueiro Heitor salva em cima da linha.

    • 15′

      2º TEMPO

      Everton RibeiroFlamengo

      Everton Ribeiro

      MEIA CENTRAL

      SAI

      MichaelFlamengo

      Michael

      ATACANTE

      ENTRA

    • 15′

      2º TEMPO

      ArrascaetaFlamengo

      Arrascaeta

      MEIA CENTRAL

      SAI

      VitinhoFlamengo

      Vitinho

      ATACANTE

      ENTRA

    • 14′

      2º TEMPO

      ÓTIMA DEFESA

      É um repertório incrível de jogadas. Agora, após cruzamento de Rafinha, Filipe Luís finaliza para grande defesa de Douglas Borges. Chute de fora da área.

    • 12′

      2º TEMPO

    • 08′

      2º TEMPO

      QUASE O TERCEIRO!

      Após cruzamento de Rafinha da direita, Gabigol cabeceia para o meio da área. Gabigol ia finalizar para o gol, mas foi desarmado por Heitor.

    • 06′

      2º TEMPO

    • 05′

      2º TEMPO

    • 03′

      2º TEMPO

      Bruno HenriqueFlamengo

      Bruno Henrique

      ATACANTE

      GOL DO FLAMENGO!

      Em outra outra linda e coletiva jogada, o Flamengo faz o 2 a 0. De novo, Bruno Henrique. Gerson passou para Gabigol, que descobriu o companheiro de ataque. Ele driblou o goleiro e finalizou para o gol.

    • 01′

      2º TEMPO

      MILAGRE!

      Pela direita, o Flamengo leva perigo logo no começo. Gerson recebe e chuta para ótima defesa de Douglas Borges.

    • 00′

      2º TEMPO

      BernardoVolta Redonda

      Bernardo

      MEIA CENTRAL

      SAI

      Saulo MineiroVolta Redonda

      Saulo Mineiro

      ATACANTE

      ENTRA

    • 00′

      2º TEMPO

      COMEÇA O JOGO

      A saída é do Volta Redonda.

    • INTERVALO

    • INTERVALO

    • 45′

      1º TEMPO

      Termina o primeiro tempo.

    • 45′

      1º TEMPO

      ACRÉSCIMO DE TEMPO

      Mais um minuto.

    • 44′

      1º TEMPO

      GOL ANULADO

      Após a cobrança de escanteio, a bola sobra para Rafinha. Ele cruza, Arão desvia e Gabigol recebe. Em posição de impedimento, passa para Bruno Henrique marcar. Gol corretamente anulado.

    • 42′

      1º TEMPO

      SALVA DOUGLAS BORGES!

      Linda jogada coletiva do Flamengo. Após intensa troca de passes, Arrascaeta acha Gabigol livre na entrada da área. O chute é defendido pelo goleiro.

    • 39′

      1º TEMPO

      O Flamengo valoriza a posse de bola. Troca passes. Busca o espaço e o melhor momento para organizar o ataque.

    • 36′

      1º TEMPO

      IMPEDIDO!

      Depois de muito tempo, o Voltaço consegue chegar ao campo de ataque. Oliveira lança Pedrinho, que aparece livre na cara de Diego Alves. O atacante estava em posição de impedimento.

    • 34′

      1º TEMPO

    • 33′

      1º TEMPO

      UHHH!

      Gerson rouba a bola na intermediária e lança Gabigol, que dribla Daniel com facilidade. O chute rasteiro passa ao lado do gol de Douglas Borges. Quase!

    • 32′

      1º TEMPO

      Gerson pega rebote e, da entrada da área, chuta para fora. A bola passa perto.

    • 31′

      1º TEMPO

    • 30′

      1º TEMPO

      O jogo fica concentrado no campo de ataque do Flamengo. O time de Jorge Jesus se impõe, rouba a bola com facilidade do Voltaço e busca o segundo gol.

    • 29′

      1º TEMPO

    • 27′

      1º TEMPO

      SEM DIREÇÃO

      Só dá Flamengo! Gabigol, de fora da área, chuta para fora. A bola saiu sem a direção do gol.

    • 26′

      1º TEMPO

      QUASE!

      Em mais uma jogada trabalhada pela esquerda, o Flamengo leva perigo. Filipe Luís e Everton Ribeiro trocam passes, e Bruno Henrique recebe dentro da área. O atacante finaliza fraco para a defesa de Douglas Borges.

    • 23′

      1º TEMPO

      SALVA DOUGLAS BORGES!

      Da esquerda, Arrascaeta cruza. Bruno Henrique sobe mais do que a defesa e cabeceia para ótima defesa do goleiro.

    • 23′

      1º TEMPO

      O Flamengo continua no ataque. Nos últimos minutos, passou a envolver a defesa do Voltaço.

    • 23′

      1º TEMPO

    • 22′

      1º TEMPO

    • 20′

      1º TEMPO

      Bruno HenriqueFlamengo

      Bruno Henrique

      ATACANTE

      GOL DO FLAMENGO!

      Filipe Luís passa para Gabigol, que de primeira abre para Bruno Henrique na esquerda. O atacante chuta sem chance ao goleiro e abre o placar.

    • 19′

      1º TEMPO

      Arrascaeta tenta surpreender a defesa rival e lança Gabigol mesmo estando no campo de defesa. O goleiro Douglas Borges sai e intercepta o lance.

    • 18′

      1º TEMPO

      Marcelo cobra mal e desperdiça chance de um bom cruzamento.

    • 17′

      1º TEMPO

      Marcelo recebe boa bola pela direita, e Filipe Luís comete falta ao colocar a mão na bola. Boa chance ao Voltaço.

    • 17′

      1º TEMPO

    • 16′

      1º TEMPO

      TIRA TINA!

      De fora da área, Everton Ribeiro chuta rasteiro. A bola quase entra no canto esquerdo de Douglas Borges.

    • 15′

      1º TEMPO

      Pela esquerda, o Flamengo ameaça. Arrascaeta invade a área e cruza, mas Luiz Paulo afasta.

    • 14′

      1º TEMPO

      QUASE!

      De fora da área, Pedrinho arrisca. O chute é forte e desviado. Diego Alves espalma!

    • 12′

      1º TEMPO

      Nas poucas vezes em que tenta o ataque, o Volta Redonda o faz pelo lado direito. Neste lance, Oliveira estava impedido.

    • 10′

      1º TEMPO

      NA REDE PELO LADO DE FORA

      O Flamego adianta o posicionamento tanto que o Volta Redonda fica com os 11 jogadores no campo de defesa. Rafinha lança Bruno Henrique, que finaliza de primeira. A bola bate na rede pelo lado de fora.

    • 08′

      1º TEMPO

      Bruno Henrique avança pela esquerda, passa por um marcador. O lance é anulado por falta do atacante.

    • 08′

      1º TEMPO

    • 06′

      1º TEMPO

      QUE ISSO, AMIGO?

      Arão erra passe, no campo ofensivo. A bola sobra para Pedrinho, que arrisca do meio do campo. Diego Alves se reposiciona e defende sem dificuldade.

    • 06′

      1º TEMPO

      O Volta Redonda, por ora, posiciona duas linhas de quatro ao ser atacado pelo Flamengo. É a tentativa de bloquear os avanços do Rubro-Negro.

    • 03′

      1º TEMPO

      Na primeira chegada do Volta Redonda, pela direita, o lateral Oliveira cruza rasteiro. Marcelo, porém, chuta mascado.

    • 02′

      1º TEMPO

      O Flamengo começa retendo a posse de bola. Força o jogo pelo lado esquerdo.

    • 00′

      1º TEMPO

      COMEÇA O JOGO!

      A saída de bola é do Flamengo!

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

      Flamengo e Volta Redonda em campo.

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

      QUEM TEM A VANTAGEM?

      Primeiro colocado no Grupo A, o Rubro-Negro tem a vantagem do empate para avançar. Além disso, o time de Jorge Jesus, campeão da Taça Guanabara e dono da melhor campanha geral, pode conquistar de forma antecipada o Campeonato Carioca. Para isso, ser campeão do segundo turno. Seria o 36º título estadual do clube na história.

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

    • PRÉ-JOGO

      BOA TARDE!

      Começa agora a transmissão em tempo real de Flamengo e Volta Redonda. O jogo vale uma vaga na final da Taça Rio. Fiquem ligados!

Com protesto e sem gols: Fluminense se classifica para final da Taça Rio após empate com Botafogo

  • Com protestos, sem gols

    Antes da partida, válida pela semifinal da Taça Rio, Fluminense e Botafogo entraram com uma faixa em protesto em razão das polêmicas com a Federação de Futebol de Rio de Janeiro. Com a bola rolando, os clubes não conseguiram balançar as redes, apesar de terem criado boas oportunidades. Como tinha a vantagem do empate, o time tricolor foi quem ficou com a vaga para a final com 0 a 0 no placar.

  • O jogo

    O Fluminense até começou com mais domínio que o Botafogo nos primeiros minutos, mas o time comandado por Paulo Autuori se impôs e teve boas chances no 1º tempo, duas vezes com Pedro Raul e uma com Luis Henrique. No 2º tempo, o Bota ainda acertou a trave com Bruno Nazário, enquanto Fred perdeu boa chance para o Flu e Evanilson obrigou Gatito a fazer grande defesa. O time alvinegro caiu de ritmo durante o jogo, enquanto o tricolor passou a se escorar na vantagem do empate. Nos acréscimos, o Bota ainda tentou um último ataque, mas Muriel garantiu a classiciação.

  • Final da Taça Rio será na quarta

    O Fluminense enfrenta o Flamengo na próxima quarta-feira pela final da Taça Rio, em jogo ainda sem horário e local definidos. Em caso de empate, a decisão será nos pênaltis. Caso o time tricolor avance, decidirá o título carioca contra o próprio rubro-negro em mais dois jogos. Caso o Fla leve a melhor, conquista o Campeonato Carioca de forma antecipada por já ter ganho a Taça Guanabara e ter terminado com a melhor campanha na classificação geral.

    • Fred e Flu em jejum de gols

      O Fluminense se classificou para a final da Taça Rio mesmo sem ter feito gols nos três jogos após o retorno do Campeonato Carioca. Nem Fred, que ainda não marcou em sua volta, conseguiu aproveitar o seu histórico favorável sobre o Botafogo.

      Fred em Fluminense x Botafogo

      Fred em Fluminense x Botafogo (Foto: André Durão)

    • “Respeitem nossa história”

      Após semanas de polêmicas dos clubes com a Ferj, os times entraram em campo com uma faixa escrita “Respeitem nossa história”. Botafogo e Fluminense foram contra o retorno do Carioca em junho em imbróglio que precisou de decisão do STJD. A polêmica foi reacendida nos últimos dias, após a federação do Rio de Janeiro cobrar 10x mais pelos jogos dos clubes em comparação a Vasco e Flamengo. Confira o manifesto da dupla Flu/Bota.

Zagueiro na mira do Barcelona notifica São Paulo e pede rescisão de contrato

O zagueiro Lucas Fasson notificou o São Paulo com um pedido de rescisão unilateral do seu contrato válido até junho de 2021.

O São Paulo discorda e vai entrar na Justiça para que Fasson cumpra seu contrato. O clube notificou clubes europeus que possivelmente estejam interessados e informou que, se houver acerto com o jogador, vai exigir o pagamento da multa rescisória de 40 milhões de euros (R$ 244 milhões).

A resposta da maioria desses clubes é de que não há interesse pelo atleta e, caso haja, o São Paulo seria procurado. O GloboEsporte.com apurou que o interessado é o Barcelona, e ele seria aproveitado no time B.

Fasson alega na notificação ao São Paulo ter assinado o atual vínculo de quatro temporadas (de julho de 2017 a junho de 2021) antes de fazer 18 anos e ter uma proposta de um clube do exterior.

A CLT e a Lei Pelé permitem que clubes brasileiros façam contrato de trabalho por cinco anos com atletas menores de 18 anos. O regulamento da CBF diz isso, mas também afirma que em casos de litígio submetidos à Fifa serão considerados os três primeiros anos de vínculo.

Baseado nisso, Fasson pede a rescisão unilateral. Ele está prestes a cumprir três anos do acordo.

Mas o São Paulo entende que a CBF é a entidade para decidir o assunto por se tratar de uma questão nacional, entre clube e jogador brasileiros (veja abaixo o que diz o regulamento da CBF). Por isso, o clube não vê a Fifa, responsável por casos internacionais, como entidade competente para essa questão.

Leia o trecho do regulamento nacional de registro e transferências de atletas de futebol versão 2020 da CBF:

Art. 7º – O contrato especial de trabalho desportivo, facultado a partir dos 16 (dezesseis) anos de idade do atleta, terá prazo determinado, com duração mínima de 3 (três) meses e máxima de 5 (cinco) anos.

Parágrafo Único – Os atletas menores de 18 (dezoito) anos podem firmar contrato com a duração estabelecida no caput deste artigo amparados na legislação nacional, mas, em caso de litígio submetido a órgão da FIFA, somente serão considerados os 3 (três) primeiros anos, em atendimento ao art. 18.2 do Regulamento da FIFA sobre o Status e a Transferência de Jogadores.

Veja o que diz o artigo 18.2 do regulamento da Fifa sobre status e transferências de jogadores:

O prazo mínimo de um contrato deve ser a partir de sua data efetiva até o fim da temporada, enquanto o prazo máximo de um contrato deverá ser de cinco anos. Contratos com quaisquer outros prazos só serão permitidos de acordo com leis nacionais. Jogadores com menos de 18 anos de idade não poderão assinar um contrato profissional por um período maior do que três anos. Qualquer cláusula que se refira a um período maior não deve ser reconhecida.

O técnico Fernando Diniz pensa em aumentar o número de jogadores do elenco para suportar a maratona de partidas em meio ao novo calendário apertado.

Fasson foi relacionado e entrou aos 27 minutos do segundo tempo contra o Botafogo-SP, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

Por Marcelo Hazan — São Paulo

Futuro de Dudu: à espera de proposta, Palmeiras tem conversas diárias com atacante

“sim” de Dudu ao Al Duhail e a promessa do presidente Maurício Galiotte de liberá-lo em caso de uma proposta de pelo menos o dobro do valor nele investido (seis milhões de euros) deixam o Palmeiras praticamente de mãos atadas para segurar o atacante.

Embora a oferta do clube do Catar não tenha sido formalizada até o momento, a diretoria entende que não terá muito o que fazer quando isso ocorrer. Segundo apurou o GloboEsporte.com, o valor deverá ser 13 milhões de euros (cerca de R$ 80 milhões), podendo chegar a 15 milhões de euros com eventuais bônus.

Por outro lado, a demora para a oficialização do interesse – sobre o qual o Palmeiras tomou conhecimento por meio de Dudu e seus empresários há duas semanas – mantém a diretoria em compasso de espera. O que se diz internamente, em tom de cautela, é que “muita coisa ainda pode dar errado”.

Também por isso, o clube procurou manter contato direto com o jogador, mesmo nos dias em que ele foi liberado das atividades na Academia de Futebol, na semana passada. Nesta semana, a seu pedido, Dudu treinará pela manhã para ter a tarde livre para as questões extracampo.

Na segunda-feira da semana passada, dias depois da primeira sondagem do Al Duhail, ele foi acusado de agressão pela ex-esposa, Mallu Ohana, e precisou ir à delegacia duas vezes prestar depoimento.

Diante das notícias de sua possível transferência para o Catar, a defesa da ex-mulher, inclusive, entrou com pedido para apreensão de seu passaporte. Dudu nega a agressão e diz que as imagens e testemunhas do episódio provarão sua inocência.

Por André Hernan, Fabricio Crepaldi, Felipe Zito e Tossiro Neto — São Paulo

Pedro tenta se adaptar ao estilo de Jorge Jesus e afirma: “Posso render muito mais”

Quando chegou ao Flamengo, o técnico Jorge Jesus identificou no elenco a falta de um autêntico camisa 9, e essa carência só foi suprida com louvor com a contratação de Pedro. Em seus primeiros nove jogos no clube, ele marcou três gols e teve boas atuações. Mas falta mais.

Pedro no treino do Flamengo no Ninho — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Pedro no treino do Flamengo no Ninho — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O próprio Pedro acredita que o melhor ainda está por vir. Ele passa por um processo de adaptação ao estilo do técnico português, que, por, exemplo, pediu ao atacante que jogue menos de costa para o gol em busca das jogadas de pivô.

– Tive boas atuações, mas, sinceramente, acredito que posso render muito mais. Tenho procurado me dedicar e buscado entender essa nova maneira de jogar o mais rápido possível. Certeza que nesse processo sairei um jogador melhor – afirmou Pedro.

Nesta quarta-feira, contra o Boavista, no Maracanã, a tendência é de que ele seja utilizado por Jorge Jesus no decorrer do jogo para que ganhe ritmo de competição. Ele não entrou na vitória por 3 a 0 contra o Bangu, na última rodada.

Confira o bate-papo com Pedro:

GloboEsporte.comVocê começou o ano com gols e assistências. Conseguiu se adaptar muito rápido ao estilo de jogo do Flamengo. Esperava essa adaptação tão rápida? O que foi mais determinante?

No ano passado, Jorge Jesus sempre falava da necessidade de um camisa 9, e você chegou para suprir essa lacuna. Mas, numa entrevista, ele disse que ainda tinha coisas para consertar e que você jogava muito de costas para o gol. Como tem sido esse processo com ele? O que ele tem contribuído para sua evolução como jogador?

Tem sido fantástico. Realmente tenho muito costume de fazer o pivô. Dominar a bola de costas e preparar para os meias que chegam de trás. Manter essa minha característica e poder aprender novas maneiras de jogar é espetacular. O mister nos passa muita confiança e é didático no dia a dia. Tenho procurado me dedicar e buscado entender essa nova maneira de jogar o mais rápido possível. Certeza que nesse processo sairei um jogador melhor.

Quais as diferenças que você notou trabalhando com o Jorge Jesus em relação aos outros treinadores? Os conceitos que ele emprega são realmente diferenciados? O que mais te chamou atenção?

É um treinador fascinado pelos pequenos detalhes e intensidade. Não deixa passar nada. É 200% todo dia e sempre. Seja nos jogos ou nos treinos. Um cara que sabe muito de futebol e o mais legal, sabe passar bem aquilo que quer. É um orgulho e prazer poder ser treinado por ele.

Pedro ergue a taça da Recopa — Foto: André Durão/GloboEsporte.com

Pedro ergue a taça da Recopa — Foto: André Durão/GloboEsporte.com

Entrosamento com quem tem qualidade é sempre mais fácil. Fizemos bons jogos quando tivemos a possibilidade de jogar juntos. Facilita muito pois é um cara que busca sempre o gol e em campo estamos sempre próximos. Não vejo dificuldades em atuarmos juntos não. Pelo contrário. Acho que um pode complementar o outro. São decisões que o mister irá tomar e ele sabe bem o que faz.

A paralisação do futebol por causa da pandemia de coronavírus não só forçou a interrupção em um momento em que você vivia boa fase, mas também colocou em dúvida como será o fim de seu contrato. Como ficou sua cabeça com tudo isso? Você fez um grande esforço para vir para o Flamengo e aparece esse risco de ter essa passagem mais curta por forças maiores.

A parada foi prejudicial para o mundo. Para mim não foi diferente. É manter a cabeça no lugar e aproveitar os jogos que teremos até o último dia do meu contrato. Na hora certa tudo isso será conversado e ajustado.

Ainda sobre seu empréstimo, o vice de futebol Marcos Braz já disse que a situação está resolvida. Entretanto, o calendário de jogos ainda não está definido. Não sabemos quando se jogará o Brasileiro e a Libertadores. Como você vem lidando com essa incerteza?

Ficar afastado de fazer aquilo que você mais ama é sempre ruim. Não saber quando poderemos jogar os principais torneios. Precisamos ter tranquilidade e ir vivendo um passo de cada vez. Estamos vivendo uma fase complicada no mundo e temos que entender isso também.

G1/ RJ

Palmeiras fecha venda de Arthur Cabral ao Basel e divide valores com o Ceará

Palmeiras e Basel fecharam nesta segunda-feira a negociação do atacante Arthur Cabral por 4,4 milhões de euros (cerca de R$ 26,9 milhões). O jogador assinou contrato de três anos com o clube suíço.

O dinheiro será dividido igualmente entre o Palmeiras e o Ceará: cerca de R$ 13 milhões para cada. O clube paulista ainda ficará com 30% de mais-valia (em cima do lucro) sobre uma eventual nova venda. O valor base a ser considerado para o cálculo da diferença, porém, não será o de 4,4 milhões de euros, mas sim menor, como ficou acordado entre as partes.

Na prática, isso significa que, caso o Basel faça uma venda lucrativa, o Palmeiras terá direito a pouco mais do que 30% da diferença entre o que o clube suíço investiu e o que ele arrecadar.

Os últimos detalhes foram acertados em uma reunião na manhã desta segunda-feira, na Academia de Futebol, entre Paulo Pitombeira, empresário do atleta, e a diretoria do Palmeiras.

Em suas redes sociais, o Basel fez o anúncio da contratação no início da tarde desta segunda, com um vídeo do jogador falando sobre o acerto.

MP recusa proposta de indiciados por incêndio no Ninho do Urubu para evitar processo criminal

O Ministério Público do Rio de Janeiro recusou nesta segunda-feira a proposta dos indiciados do caso do incêndio no Ninho do Urubu, em fevereiro de 2019, para evitar um processo criminal. De acordo com o MP, eles responderão por “incêndio culposo”, que teve como resultado a morte de dez atletas das categorias de base do Flamengo, além de outros três feridos.

Após os indiciados serem notificados, o Ministério Público estará apto a oferecer a denúncia. O Flamengo informou que não vai se pronunciar publicamente, apenas no processo. A reportagem também entrou em contato com Bandeira de Mello, que disse não estar informado sobre a proposta citada pelo MP-RJ e avisou que entraria em contato com seu advogado para tomar conhecimento do caso.

luto homenagens incêndio ninho do urubu flamengo — Foto: André Durão

luto homenagens incêndio ninho do urubu flamengo — Foto: André Durão

Após o inquérito policial, foram indiciados membros e ex-membros da diretoria do clube, inclusive o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello, além de funcionários e prestadores de serviço contratados para adaptação dos contêineres ao uso como dormitório e para manutenção da rede de eletricidade.

Os indiciados:

  • Danilo da Silva Duarte, engenheiro da NHJ;
  • Edson Colman da Silva, técnico em refrigeração;
  • Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo;
  • Fábio Hilário da Silva, engenheiro da NHJ;
  • Luis Felipe Pondé, engenheiro do Flamengo;
  • Marcelo Sá, engenheiro do Flamengo;
  • Marcus Vinícius Medeiros, monitor do Flamengo;
  • Weslley Gimenes, engenheiro da NHJ.

O texto o MP fala ainda da questão das indenizações e de como o clube lidou com a situação.

“… apesar da gravidade do caso, que expôs a forma negligente com que um dos maiores clubes do país tratava seus atletas de base e afetou a imagem do futebol brasileiro diante do mundo, o Flamengo vem permanentemente procurando mitigar pagamentos de indenizações às famílias das vítimas do incêndio, aumentando o desespero das mesmas, numa nítida tentativa de não sofrer qualquer prejuízo econômico decorrente do grave fato a que o próprio clube deu causa”.

Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro

Vitor Belfort mostra forma física impressionante e aparenta estar mais forte do que no UFC

Vitor Belfort não luta MMA profissionalmente desde maio de 2018, mas não parou de treinar seu condicionamento físico desde então. O resultado está claro numa imagem que o “Fenômeno” compartilhou em suas redes sociais neste fim de semana. À beira da piscina, o ex-campeão do GP peso-pesado e do cinturão dos meio-pesados do UFC aparece enorme, com músculos bem definidos e veias saltando, e parece estar mais forte do que em sua última apresentação no octógono, como peso-médio (até 84kg).

Belfort está de contrato assinado com o ONE Championship, principal evento de artes marciais da Ásia na atualidade, e revelou recentemente que seu primeiro adversário na organização será o peso-pesado Alain Ngalani, ainda sem data ou local marcados. A categoria de peso do duelo também não foi revelada ainda.

Proposta do Catar por Dudu, do Palmeiras, pode superar R$ 80 milhões

proposta do Al Duhail por Dudu, do Palmeiras, deve ser de aproximadamente 13 milhões de euros, algo perto de R$ 80 milhões na cotação atual. A negociação com o time do Catar envolve também um bônus ao clube alviverde, o que pode aumentar ainda mais o valor.

Por enquanto, a diretoria do Verdão diz que não houve uma oferta formal pelo atacante. Mas o clube, que está ciente do interesse do Al Duhail no camisa 7 desde a semana passada, não quer liberar o jogador por menos de 15 milhões de euros.

GloboEsporte.com apurou que os valores agradaram ao atleta. Ele receberia no Catar um salário superior ao pago pelo Palmeiras atualmente.

Dudu tem contrato com o Palmeiras até 2023 — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Dudu tem contrato com o Palmeiras até 2023 — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

O total da operação à época da contratação foi de cerca de 6,5 milhões de euros. Dudu tem contrato com o Verdão até o fim de 2023 (a última prorrogação ocorreu depois de investida do chinês Shandong Luneng). No Palmeiras, o jogador tem 305 jogos e 70 gols.

Nesta semana, Dudu se envolveu em uma confusão com sua ex-esposa, Mallu Ohana, e foi acusado de agressão por ela. O jogador se apresentou para prestar depoimento e negou a versão da antiga companheira.

Por Andre Hernan, Fabricio Crepaldi, Felipe Zito e Tossiro Neto — São Paulo

Jorge Jesus é procurado pelo Benfica, mas pacto com elenco do Flamengo pesa em novo “fico”

Nos últimos dias de Flamengo, uma águia rondou o Ninho do Urubu. Perto de demitir o técnico Bruno Lage, o Benfica voltou a procurar Jorge Jesus consultando a possibilidade de contar com o treinador para a próxima temporada europeia, que tem previsão para se iniciar em agosto. O Mister balançou, mas o relacionamento com os jogadores do atual elenco rubro-negro e pacto firmado com eles pesaram na decisão de permanecer.

O Mister renovou recentemente seu contrato com o Flamengo até junho de 2021. Já durante este processo, deixou claro que o objetivo maior é disputar – e ganhar – o Mundial de Clubes. Este foi um pacto firmado com os jogadores logo após a derrota para o Liverpool, em 2019. A questão é que o torneio de 2020 foi suspenso e não tem data para ser realizado, devido à pandemia de coronavírus.

A diretoria soube da aproximação do Benfica, mas manteve-se tranquila e confiou no compromisso do treinador com o clube. Entretanto, não está descartada nova investida do clube português no futuro.

A chamada de casa, porém, balançou. O Benfica é um dos clubes europeus que Jorge Jesus tem em seu radar para um possível retorno ao Velho Continente. Há uma cláusula em seu contrato, com multa prevista, em caso de saída para determinadas equipes.

A imprensa portuguesa dá como certa a demissão do atual técnico do Benfica, Bruno Lage. O time perdeu a liderança da liga para o Porto e deve passar por mudanças. Entre elas, a contratação de um novo técnico, e Jesus é apontado como um dos cotados.

Jorge Jesus treinou o Benfica de 2009 a 2015. Neste período, ganhou nove títulos, sendo três Campeonatos Portugueses, uma Taça de Portugal e cinco Taças da Liga. No Flamengo, o Mister já conquistou quatro torneios: o Brasileiro, a Libertadores, a Supercopa do Brasil e a Recopa Sul-Americana.

Por Cahê Mota e Felipe Schmidt — Rio de Janeiro