Ainda com sintomas da Covid, Domènec Torrent será substituído por Jordi Gris contra o Athletico-PR

O Flamengo bateu o martelo, e Doménec Torrent não ficará à beira do campo neste domingo, no jogo contra o Athletico-PR, no Maracanã. Apesar de já ter feito o período obrigatório de quarentena para voltar a trabalhar, o técnico de 58 anos apresenta sintomas como tontura e cansaço. Ele será substituído pelo auxiliar Jordi Gris.

Contra o Palmeiras e Independiente del Valle, o substituto de Dome foi Jordi Guerrero, mas ele testou positivo no sábado e ficará em quarentena.

O Flamengo é o sexto colocado do Brasileiro com 18 pontos, e neste domingo terá à disposição novamente os dez jogadores que testaram positivo na volta do Brasil após viagem ao Equador: Everton Ribeiro, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Gustavo Henrique, Thuler, Arão, Renê, Gabriel Batista, Pepê e Gomes.

Por Fred Huber — Rio de Janeiro

Palmeiras finaliza 67 vezes em uma semana e melhora produção ofensiva. Corinthians segue jogando mal

Melhorou. O Palmeiras ainda não é um primor do ponto de vista esportivo, segue tendo a defesa menos vazada entre os vinte clubes da Série A em 2020 (20 gols sofridos em 33 partidas) e evoluiu no número de finalizações. Na soma dos três jogos contra Flamengo (9), Bolívar (21) e Ceará (28), o time chutou contra o gol adversário 67 vezes. Destas, 24 no alvo.

O índice é de 35%, ou seja, a cada três chutes um incomoda o goleiro adversário. Se não é a perfeição, o Palmeiras agora é a terceira equipe em índice de chutes ao gol por partidas, atrás do Atlético e do Grêmio.

O primeiro passo para melhorar o ataque e começar a corrigir a falta de criatividade que aflige a torcida desde o retorno da paralisação é criar mais contra adversários frágeis. Foi o caso contra o Bolívar. Não foi o caso contra o Ceará, porque este não podia ser considerado um jogo simples.

Guto Ferreira teve estratégia para bloquear o Palmeiras e, mesmo assim, Fernando Prass realizou cinco defesas importantes. O time de Luxemburgo mereceu vencer.

CORINTHIANS

O contra-ponto do sábado à noite foi o Corinthians, sem criatividade, mesmo chutando quatro vezes no alvo, o dobro do Bragantino. O jogo sem emoção arrastou-se depois do primeiro tempo de superioridade do Bragantino, com boas jogadas de Artur e Bruno Tubarão. O Corinthians até melhorou na segunda etapa, teve mais posse de bola, três finalizações certas nos 45 minutos finais, mas com uma lentidão assustadora.

Há 300 minutos sem fazer gol, Corinthians tem pior início de Brasileiro desde 2006

O empate do Corinthians em 0 a 0 com o Bragantino, no último sábado, fora de casa, fez o time ter o pior desempenho no primeiro terço do Campeonato Brasileiro dos últimos 14 anos.

Nem mesmo em 2007, quando foi rebaixado à Série B, o Timão tinha pontuação tão baixa após 13 rodadas. Em 2006, o Corinthians fez dez pontos. Atualmente, são 14. A equipe está há 300 minutos sem marcar gols.

Agora o Corinthians acumula três vitórias, cinco empates e cinco derrotas na competição. O aproveitamento da equipe no Brasileiro é de 35,9%. Além disso, o Timão também começa o campeonato com o pior aproveitamento em sua arena.

Na tabela abaixo é possível ver as pontuações do Corinthians nas primeiras treze rodadas, desde 2006, quando o Brasileiro passou a ser disputado em 38 partidas.

Em 2006, pior começo do Timão, a equipe conseguiu terminar o campeonato na 10ª colocação.

Corinthians nas treze primeiras rodadas do Brasileiro (com 38 partidas)

Pontuação após a 13ª rodada Pontuação do final do 1º turno Pontuação e colocação final
2020 14
2019 23 32 56 (8º)
2018 19 26 44 (13º)
2017 35 47 72 (campeão)
2016 25 34 55 (7º)
2015 ( 26 40 81 (campeão)
2014 24 33 69 (4º)
2013 21 30 50 (10º)
2012 16 24 57 (6º)
2011 29 37 71 (campeão)
2010 28 37 68 (3º)
2009 23 28 52 (10º)
2008 ** ** **
2007 (rebaixado) 17 26 44 (rebaixado)
2006 10 20 53 (10º)

Flamengo x Independiente del Valle: veja escalações, desfalques e arbitragem

Em meio a notícias e incertezas por causa da pandemia do coronavírus, Flamengo e Independiente del Valle se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. Se vencer, a equipe rubro-negra, que tem os mesmos nove pontos dos equatorianos, assume a liderança e pode garantir a classificação se o Junior Barranquilla não derrotar o Barcelona de Guayaquil.

No jogo de Quito, na terceira rodada, o Del Valle atropelou o Flamengo e goleou por 5 a 0. Nesta quarta, o Flamengo tem o retorno de nove jogadores que tiveram Covid, além da presença de Gabigol, recuperado de lesão. Já os equatorianos têm oito desfalques por causa da doença.

Tempo Real: o GloboEsporte.com acompanha em tempo real.

Flamengo – técnico Jordi Guerrero

A equipe terá o retorno de dez jogadores. Nove terminaram a quarentena da Covid- Isla, Matheuzinho, Filipe Luís, Noga, Diego, Michael, Vitinho, Bruno Henrique e Muniz. Gabigol se recuperou de lesão muscular e foi relacionado novamente. A grande dificuldade para Jordi Guerrero, que segue no lugar de Dome, é montar a defesa.

Provável escalação do Flamengo para enfrentar o Del Valle — Foto: ge

Provável escalação do Flamengo para enfrentar o Del Valle — Foto: ge

Desfalques: Diego Alves (se recupera de uma lesão no ombro), João Lucas (lesão muscular) e Pedro Rocha (problema muscular). A lista dos ausentes por causa da Covid: Gabriel Batista, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Gustavo Henrique, Thuler, Renê, Arão, Gomes e Everton Ribeiro.

Pendurados: Filipe Luís e Thiago Maia.

Independiente del Valle – técnico Miguel Ángel Ramírez

A equipe, que depois do 5 a 0 sobre o Flamengo perdeu por 4 a 1 para o Junior Barranquilla, tem oito problemas de desfalque por causa da Covid. O clube não revelou o nome dos atletas, e escalação da equipe é uma grande incógnita.

Neste grupo dos oito desfalques estão dois jogadores que testaram negativo, mas, por estarem com sintomas, permaneceram no Equador.

O argentino Fernando Rapallini comanda a partida, e terá como assistentes seus compatriotas Juan Belatti e Pablo Gonzalez.

Por Redação ge — Rio de Janeiro

 

Keno avalia fase artilheira, moral com Sampaoli e responde Renato sobre vantagem do Atlético-MG

O Atlético-MG é o líder isolado do Brasileirão, com um jogo a menos em relação ao vice-líder Internacional, e tem Keno em uma fase espetacular. O atacante do Galo (autor de seis gols nos últimos dois jogos) concedeu entrevista coletiva nessa terça-feira e falou sobre o momento mágico que vive, a fase artilheira e a confiança que recebe dos companheiros e de Jorge Sampaoli.

– Estou indo muito bem, a forma física está voltando, o futebol também. Todo mundo estava esperando isso. Questão de tempo, estou me adaptando bem aos treinamentos. Meus companheiros me apoiam bastante. Com eles me apoiando o tempo todo, vou ter mais confiança nas partidas. É isso que eles me passam. Estou muito confiante nos jogos, e com fé vai dar tudo certo – disse.

– Desde quando eu cheguei, a primeira vez, ele (Sampaoli) sempre vem passando confiança pra mim. Ele conversou bastante comigo, disse que com ele é muito intenso, tem que trabalhar muito, correr muito, sempre me apoiando nos momentos em que eu não estava vivendo um momento bom, no início das competições. Mas eu estava com a cabeça tranquila, porque eu sabia que uma hora ia voltar tudo ao normal, ia voltar a me dar bem, porque conheço meu corpo, meu futebol. A conversa que tenho com o Sampaoli, com o grupo, o pessoal me apoiando, dá confiança. Aí as coisas acontecem e dão certo, como estão acontecendo agora – completou.

Neste domingo dia 27 de setembro de 2020 ficou marcado pela grande atuação do Flamengo com jogadores da base no empate com Palmeiras, e Hugo Souza brilha

ARRASCAETA (MEI): 7,5
Foi a liderança técnica de um Flamengo desfigurado e repleto de garotos. Mesmo sem seus principais companheiros de ataque, com quem já está entrosado, o uruguaio foi o principal jogador do time. Quase fez um lindo gol em chute salvo por Weverton, deu a assistência perfeita para o gol de Pedro e por muito pouco não virou o jogo com uma finalização na rede pelo lado de fora.

PEDRO (ATA): 7,5
Decisivo mais uma vez, Pedro vai aproveitando a brecha de Gabigol. O centroavante participou ativamente do jogo, seja na defesa, ajudando nas bolas paradas, ou no ataque, onde faz diferença. Obrigou Weverton a uma boa defesa no primeiro tempo e no segundo marcou o gol de empate, além de ter deixado Arrascaeta na cara do gol em lance de pivô.

HUGO SOUZA (GOL): 8,0
O Flamengo teve chances de ganhar o jogo no Allianz Parque, mas o Palmeiras também poderia ter saído com os três pontos não fosse Hugo Souza. O goleiro foi um gigante, deu segurança nas bolas aéreas e fez milagres em finalizações de Zé Rafael e Luiz Adriano. A única bola que o venceu foi porque desviou em Thiago Maia no meio do caminho.

Flamengo arrancou empate com o Palmeiras fora de casa: 1 a 1 — Foto: Marcello Zambrana/Estadão Conteúdo

Flamengo arrancou empate com o Palmeiras fora de casa: 1 a 1 — Foto: Marcello Zambrana/Estadão Conteúdo

Hugo Souza (GOL): 8,0
João Lucas (LAD): 5,5
Natan (ZAG): 6,0
Otavio (ZAG): 6,0
Ramon (LAE): 6,5
Thiago Maia (VOL): 6,0
Gerson (VOL): 6,5
Arrascaeta (MEI): 7,5
Lincoln (ATA): 5,0
Guilherme Bala (ATA): 5,5
Pedro (ATA): 7,5

ENTRARAM
Richard Rios (MEI): 5,0
Lázaro (MEI): 5,0
Yuri (MEI): 5,0

Marinho faz primeiro gol em Libertadores e encerra silêncio no Santos: “Feliz por tudo”

Marinho foi eleito o melhor em campo pela Conmebol na vitória do Santos por 2 a 1 sobre o Delfín, na madrugada desta sexta-feira, no Equador, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores.

Autor de um dos gols do Santos (o outro foi marcado por Jean Mota), Marinho fez seu primeiro gol numa Copa Libertadores e “quebrou o silêncio”. O atacante não vem dando entrevistas após as partidas, mas, pelo protocolo da competição, quem é eleito o melhor em campo tem de atender a imprensa. Ele arriscou no portunhol e elogiou o elenco do Peixe.

– O grupo todo é fantástico. A família é muito grande. Feliz por tudo. Foi uma grande jogada de Soteldo, a bola veio e eu, como oportunista, estava no lugar certo para marcar o gol. Foi uma partida muito difícil, a equipe é muito forte. Temos que pensar jogo a jogo e desfrutar essa vitória – disse Marinho.

Marinho é eleito o melhor em campo em vitória sobre o Delfín — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Marinho é eleito o melhor em campo em vitória sobre o Delfín — Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos volta a campo pela competição continental na próxima semana, quando enfrenta o Olimpia no Paraguai. Antes, no domingo, recebe o Fortaleza na Vila Belmiro, pelo Brasileirão.

Por Redação do ge — Manta, Equador

Vice jurídico do Flamengo tem “quase convicção” do adiamento do jogo contra o Palmeiras

Com 16 jogadores infectados com Covid-19, o Flamengo tenta o adiamento do jogo contra o Palmeiras, marcado para domingo, às 16h (de Brasília), no Allianz Parque. De acordo com Rodrigo Dunshee, vice jurídico do clube do Rio de Janeiro, a expectativa é de um resposta positiva da CBF para o pedido.

Em entrevista ao “Seleção SporTV” desta quinta-feira, Dunshee pontuou os motivos para o movimento após os dias no Equador e primeiros testes positivos no elenco.

– Hoje temos 16 atletas contaminados, vários membros da comissão. Quem testou negativo, como eu, está em isolamento, porque existe uma janela. Tivemos contato intenso até o voo, então nessa janela de risco de contaminação ainda posso manifestar sintomas. Todos que manifestaram negativo podem vir a manifestar a doença. O laudo médico que temos diz que essa janela é até segunda-feira. Só a partir de segundo o Flamengo vai ter segurança de saber que estão negativos.

– As pessoas falam que o Flamengo deveria jogar, para trazer os garotos da base. Então trazemos os jogadores da base para misturar com pessoas submetidas a uma carga viral? Temos 9 jogadores não contaminados, podem passar para os outros 11, que passam para a arbitragem, massagistas, comissão técnica, time do Palmeiras… Não é mais uma questão de esporte, é uma questão sanitária. Não temos uma recomendação para não ter o jogo, temos duas determinações médicas dizendo que não deve ter o jogo, representa um risco enorme.

– A CBF é a entidade que tem preocupação com os clubes e os atletas, eu tenho quase convicção que recolher o adiamento, não vai permitir que os meninos da base venham se juntar a nós para jogar, podendo contaminar familiares, jogadores do Palmeiras, que podem se contaminar, contaminar as famílias… A única forma de parar o contágio é ter uma janela até pelo menos segunda-feira, caso algum teste positivo a gente isola em casa. Esse é o fundamento do pedido de adiamento – afirmou o vice jurídico.

Campeão mundial, Cicinho critica São Paulo após derrota: “Merece respeito e suor na camisa”

Campeão da Libertadores e Mundial pelo São Paulo em 2005, o ex-lateral Cicinho criticou a equipe atual em um post em uma rede social um dia após a derrota para a LDU na Libertadores.

– Essa galera chora ao ver tamanha decepção. SPFC merece respeito e suor na CAMISA – escreveu ele na legenda de uma foto em que aparece ao lado de outros jogadores daquela equipe histórica.

O post de Cicinho recebeu comentários de outros dois ex-jogadores do São Paulo, Amoroso e Dagoberto, que demonstraram apoio com emojis.

Walter testa positivo para Covid-19 e desfalca o Athletico contra o Colo-Colo

O atacante Walter foi diagnosticado com Covid-19 e por isso não foi relacionado pelo Athletico para a partida contra o Colo-Colo, nesta quarta-feira, pela Libertadores. Ele está assintomático e em isolamento. O Athletico não confirma a informação. Veja aqui a lista dos relacionados.

Walter fez três jogos desde o seu retorno ao Athletico e foi decisivo na última terça-feira, quando entrou no fim e marcou o gol da vitória sobre o Jorge Wilstermann, na Bolívia, por 3 a 2. No Brasileirão, ele entrou em duas oportunidades – contra o Bragantino e contra o Fluminense.

Walter em treino pelo Athletico: fora com Covid-19 — Foto: Mauricio Mano/Athletico

Walter em treino pelo Athletico: fora com Covid-19 — Foto: Mauricio Mano/Athletico

Por causa do isolamento, a tendência é que o atacante desfalque o Furacão também nos próximos compromissos, contra o Bahia, no sábado, pelo Brasileirão, e contra o Jorge Wilstermann, na próxima terça-feira pela Libertadores.

No jogo desta quarta-feira, o Athletico também não terá Nikão, que se recupera de um entorse no tornozelo. O recém-contratado Jorginho é novidade entre os relacionados, assim como Cittadini, que está recuperado de uma entorse no tornozelo.

Um provável time tem Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Aguilar (Pedro Henrique) e Márcio Azevedo; Wellington, Erick e Christian; Cittadini, Fabinho e Geuvânio.

Athletico e Colo-Colo se enfrentam nesta quarta-feira, às 19h15, na Arena da Baixada, pela quarta rodada da Libertadores. Os dois times têm seis pontos e dividem a liderança do grupo C da Libertadores.

Por Redação do ge — Curitiba