Montenegro decreta permanência do Botafogo na Série A e revela abraço em Gatito após falha

O Botafogo está muito perto de garantir sua permanência na Série A. Apesar da derrota para o Internacional neste sábado, o Alvinegro pode se salvar na próxima segunda-feira: depende apenas de uma derrota do Cruzeiro para o Vasco em São Januário. Mas para o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro, a luta contra o rebaixamento já é passado. Em pronunciamento antes da entrevista de Alberto Valentim, Montenegro elogiou a torcida, decretou a permanência na elite do futebol brasileiro e agradeceu ao goleiro Gatito Fernández.

O paraguaio falhou no lance que decidiu o revés por 1 a 0 para o Inter. Após o jogo, Montenegro foi ao vestiário, conversou com os jogadores e revelou o abraço que deu em Gatito. Segundo o ex-presidente, ele foi um dos principais responsáveis pela iminente permanência do Botafogo na Série A.

– Fiquei muito feliz em participar dessa festa com a torcida. Depois do jogo tive a chance de agradecer aos jogadores e dizer ao Gatito que continuamos na Série A muito por causa dele. Fiz questão de dar um abraço nele. Fizemos nosso papel com os recursos que temos e conseguimos a permanência. Meu homenageado de hoje é o Gatito. Mostrou que o futebol não é uma partida, é uma sequência. Nos ajudou muito nessa permanência na Série A – disse Montenegro, que ajudou muito o clube financeiramente na temporada e é um dos cabeças do projeto Botafogo S/A para 2020.

O Botafogo tem mais duas partidas para disputar na temporada 2019: na próxima quarta-feira, encara o Atlético-MG em Belo Horizonte. E fecha a sua participação no Campeonato Brasileiro contra o Ceará, no próximo fim de semana, no Nilton Santos.

Por Edgard Maciel de Sá — Rio de Janeiro

Coritiba é recebido com festa pela torcida após acesso para a Série A

Pode gritar, torcedor. A angústia acabou, e o Coritiba está de volta à Série A. O clima de festa e de alívio tomou conta do aeroporto no desembarque do time após vencer o Vitória por 2 a 1, neste sábado, pela última rodada da Série B.

O avião do Coritiba desembarcou por volta das 11 horas da manhã, onde uma parte dos torcedores já aguardava o time. A festa foi total quando os jogadores apareceram.

Entre os jogadores, um dos mais assediados foi Rafinha, que deixou o Cruzeiro e voltou para o clube neste ano. O meia-atacante foi rodeado pelos torcedores em busca de selfies, declarações e abraços.

Em comum entre todo o elenco, além da felicidade, estava a camisa que utilizavam lembrando o ídolo do Coritiba, Dirceu Krüger, que morreu neste ano. A campanha do Coritiba na Série B começou com um jogo de portões aberto e Couto Pereira lotado para homenagear o Flecha Loira.

A festa seguiu no Couto Pereira. Com os torcedores ocupado parte da arquibancada, os jogadores fizeram a festa, prestaram homenagem a atacante Wanderley, que saiu do banco para marcar os dois gols da virada sobre o Vitória. Também teve pedido para que Rafinha não se aposentasse, pois o jogador já falou sobre a possibilidade e prometeu pensar com carinho durante as férias.

Veja abaixo as fotos da festa toda

Domingo de manhã e o pessoal tá como? Esperando o Coritiba no aeroporto. Horas antes da chegada, a torcida já aguardava o time — Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Domingo de manhã e o pessoal tá como? Esperando o Coritiba no aeroporto. Horas antes da chegada, a torcida já aguardava o time — Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

A Gurias do Couto também estavam lá representadas pela torcedora.  — Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

A Gurias do Couto também estavam lá representadas pela torcedora. — Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Torcedora mirim está feliz! Agora o Coxa é Série A — Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Torcedora mirim está feliz! Agora o Coxa é Série A — Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

O aeroporto é do Coritiba! Tomado pelos torcedores. Festa do Coxa — Foto:  André Rodrigues/Gazeta do Povo

O aeroporto é do Coritiba! Tomado pelos torcedores. Festa do Coxa — Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Por Raphaela Potter — Curitiba

Jorge Jesus cita hino do Flamengo e destaca títulos: “Esse grupo vai ficar para a história”

Horas depois da vitória por 4 a 1 sobre o Ceará e da festa no gramado do Maracanã, o técnico Jorge Jesus era só sorrisos na entrevista coletiva. Satisfeito com os títulos da Libertadores e do Campeonato Brasileiro, o treinador do Flamengo citou até o hino do clube para justificar o ímpeto dos jogadores mesmo depois da conquista nacional, confirmada no último fim de semana, para golear nesta quarta-feira.

– O Flamengo já era campeão, mas temos que mostrar que os campeões querem sempre mais. É essa a mensagem que os jogadores recebem de mim. O hino do Flamengo diz “vencer, vencer, vencer”. E foi isso que procuramos fazer – falou Jorge Jesus.

Flamengo vence equipe chilena e assume liderança do grupo C da Champions League Américas

Depois de estrear na Champions League Américas com uma vitória fora de casa sobre o Instituto, da Argentina, o Flamengo voltou a jogar pela competição continental nesta sexta, na Arena Carioca 1, no Rio. O adversário foi o modesto Valdivia, do Chile, que deu trabalho, mas acabou derrotado por 82 a 71 pela equipe brasileira, que lidera o grupo C. Com 18 pontos marcados, Rashad Madden, do time chileno, foi o cestinha da partida. Pelo lado do Flamengo, Olivinha (17 pontos) e Zach Graham (15) foram os maiores pontuadores. O Flamengo volta a jogar pela Champions League Américas apenas no dia 13 de dezembro contra o mesmo Valdivia, no Chile.

Fla lidera no início

O Flamengo largou na frente, abrindo 8 a 2. O Valdivia acordou a partir do segundo minuto, encostando no placar graças a cestas de Alessio, Ferreyra e Isla. Com Vargas em quadra, o Rubro-Negro melhorou na parte ofensiva, passando a dominar o jogo. Aos sete minutos, Marquinhos acertou bola de três e fez 22 a 16. Pouco depois, Vargas pontuou na bandeja, e o técnico Juan Manuel Cordoba pediu tempo. Mesmo com a parada, o time brasileiro seguiu melhor e fechou o quarto vencendo por 24 a 18.

Felipe Melo no Boca? Candidato a presidente do time argentino diz que procurará Palmeiras se eleito

Não é pura promessa de campanha. José Baraldi, candidato à presidência do Boca Juniors, garante que vai procurar o Palmeiras para tentar contratar Felipe Melo se vencer a eleição, em 8 de dezembro.

Baraldi é um dos dois nomes de oposição que disputam a presidência. Além dele e de Jorge Amor Ameal (que tem o apoio de Juan Román Riquelme, ídolo do clube), Christian Gribaudo também concorre à sucessão de Daniel Angelici, presidente desde 2011.

Baraldi é um dos dois nomes de oposição que disputam a presidência. Além dele e de Jorge Amor Ameal (que tem o apoio de Juan Román Riquelme, ídolo do clube), Christian Gribaudo também concorre à sucessão de Daniel Angelici, presidente desde 2011.

Possível alvo do Boca Juniors, Felipe Melo já demonstrou algumas vezes seu apreço pelo clube argentino. Chegou a ganhar uma camiseta da equipe de Buenos Aires quando o zagueiro Fernando Tobio retornou de empréstimo ao Palmeiras.

No ano passado, cogitou-se a possibilidade de o volante se transferir ao Flamengo, pelo qual foi revelado, o que acabou não ocorrendo. Mais tarde, ele renovou seu vínculo até o final de 2021.

Flamengo: ‘Foi o grupo que me amou’, diz Jorge Jesus sobre elenco

Campeão da Libertadores e do Campeonato Brasileiro, o português Jorge Jesus concedeu entrevistas a veículos portugueses durante a semana e falou de sua trajetória ao longo do ano no Flamengo. Em conversa com o canal RTP, o comandante rubro-negro foi só elogios ao elenco, o qual descreveu como o “o grupo que o amou”.

— Este foi o melhor grupo que peguei na minha vida como treinador. O grupo que me amou. Este grupo me ama, acredita em mim como treinador — avaliou Jesus.

Durante a conversa, o treinador revelou que já assistiu novamente a final da Libertadores por mais de uma vez e refletiu sobre a carreira à beira do campo. Ele acredita que esse é o melhor momento de sua trajetória.

— Deixei de ser um treinador do Benfica ou do Sporting para ser um treinador português. Para mim, a maior conquista foi essa. Os torcedores portugueses perceberem que sou um treinador português e não de clube nenhum.

Uma das inevitáveis perguntas foi sobre seu futuro. Com contrato até junho de 2020, o técnico esquivou-se de dar um veredito sobre seus próximos passos no futebol.

— Estive num clube em Portugal em que diziam que deveriam fazer um contrato vitalício comigo. Eu fui embora e não houve contrato vitalício nenhum. O futebol é dia a dia — afirmou, quando perguntado sobre os apelos de torcedores:

— Nem eu sei aquilo que eu quero neste momento. Vou dar tempo ao tempo, e com o tempo penso por mim para tomar a minha decisão.

Torcedores fazem fila na sede do Flamengo para tatuar o troféu da Taça Libertadores

Torcedores do Flamengo formaram uma fila na porta da sede do clube na Gávea, Zona Sul do Rio, para tatuarem o troféu da Taça Libertadores da América na manhã desta quarta-feira (27). O clube conquistou o título no último sábado (23), em virada contra o River Plate em Lima, no Peru.

Segundo o clube, 200 senhas foram distribuídas para que as tatuagens fossem feitas, de graça, na pele dos torcedores.

Fila é grande na sede do Flamengo na Gávea — Foto: Raísa Pires/G1

Fila é grande na sede do Flamengo na Gávea — Foto: Raísa Pires/G1

A ação foi divulgada pelas páginas do Flamengo nas redes sociais e vitalizou entre os torcedores. Os amigos Matheus Trindade, de 24 anos, e Alex Júnior acordaram 6h45 para saírem de Jacarepaguá e chegarem a tempo de pegar uma senha para as tattoos na Gávea.

“Flamengo é uma coisa que você sente. Eu perdi uns trabalhos da faculdade para estar aqui hoje, mas pelo Flamengo vale tudo”, disse Matheus.

Casal não trabalhou hoje para poder tatuar a homenagem ao clube — Foto: Raísa Pires/G1

Casal não trabalhou hoje para poder tatuar a homenagem ao clube — Foto: Raísa Pires/G1

Autônomos, o casal Natasha Mendes e Luciano Rangel decidiram não abrir as vendas de açaí nesta quarta (27) para fazerem a primeira tatuagem em homenagem ao clube.

“A gente podia fazer outro dia, mas o gostinho de poder tatuar dentro da sede é diferente, é especial. Vou poder dizer no futuro que eu vi a conquista e tatuei dentro do clube” disse Luciano.

Riquelme diz que Bruno Henrique e Gabigol fizeram a diferença no título do Flamengo: “São de outra categoria”

Ídolo da torcida do Boca Juniors e agora também candidato a vice-presidente do clube na eleição de dezembro, o ex-meia Riquelme elogiou a dupla Bruno Henrique e Gabigol, considerada por ele decisiva para o Flamengo vencer o River Plate na decisão da Libertadores.

– As finais são ganhas pelos jogadores diferentes. Gabigol e Bruno Henrique são de outra categoria, e conseguiram ficar com a Copa (Libertadores) – afirmou o ex-camisa 10 xeneize em entrevista na Argentina publicada pelo site do jornal “Olé”.

Eleito pela Conmebol o melhor jogador da Libertadores, Bruno Henrique mereceu uma menção especial de Riquelme. Em outra entrevista, ao programa No Todo Pasa, do canal TyC, o ex-jogador destacou a jogada do camisa 27 rubro-negro no lance do gol de empate, aos 43 minutos do segundo tempo. Bruno Henrique envolveu três marcadores antes de rolar na área para Arrascaeta dar o passe para o gol de Gabigol.

Aos 90 minutos, a única coisa que se pensa é cruzar a bola, e quando todos pensaram que Bruno Henrique iria cruzar, passou pelo meio de todos e deu um passe para o gol. O que ele fez foi maravilhoso, não tem como marcar. Eu mesmo teria cruzado – observou Riquelme.

Apesar da rivalidade histórica entre Boca e River, Riquelme fez muitos elogios ao vice-campeão da Libertadores 2019. Para ele, o River fez uma grande partida, anulando o Flamengo no primeiro tempo da decisão, e mesmo perdendo o título continua sendo a principal referência do futebol argentino nos últimos anos.

– Eu felicito a Marcelo Gallardo (técnico do River) porque sua equipe representou muito bem o futebol argentino. River é o melhor time argentino dos últimos cinco anos, sem dúvidas – disse ele à TyC.

Por GloboEsporte.com — Buenos Aires

Com mercado mapeado, Flamengo busca reforços para 2020 e faz contato por Wendel

Com os títulos brasileiro e da Libertadores assegurados, o Flamengo pretende intensificar negociações por contratações para 2020. Até para não largar atrás no mercado, o clube não vai aguardar o Mundial e já tem conversas em andamento. Houve contatos, por exemplo, com Wendel, volante do Sporting. A direção não comenta negociações.

Há dois anos no futebol português, o ex-jogador do Fluminense tem contrato com o Sporting até 2023. A ideia, em um primeiro momento, é conseguir um empréstimo com o clube de Lisboa. Não é a primeira vez que o Flamengo procura o jogador, que tem interesse em jogar no campeão da Libertadores.

Jornalistas falam de interesse do Corinthians em Luan e elogiam: “Tem potencial para ser ídolo”

Corinthians abriu conversas com o Grêmio para tentar contratar o atacante Luan, de 26 anos. O Timão tem o interesse em adquirir 50% dos direitos econômicos do jogador e estaria disposto a envolver, além de dinheiro, outros atletas na negociação com o clube gaúcho.

Na atual temporada, Luan tem 36 jogos e nove gols marcados. O jogador, em baixa com a atual comissão técnica do clube, tem futuro indefinido no Sul e contrato até dezembro de 2020.

O interesse do Corinthians em Luan é antigo. Agora, com uma nova comissão técnica, liderada por Tiago Nunes, prestes a assumir, o clube deve tentar novamente a contratação do jogador. O atacante, inclusive, tem o Timão como seu time de infância.

Procurado, o Grêmio negou que exista negociação para a contratação de seu atacante. Paulo Pitombeira, empresário do jogador, e Marcelo Pettinati, parceiro dele, estão intermediando as conversas.

O atacante Luan, do Grêmio, é alvo do Corinthians para a próxima temporada. O Timão abriu conversas com o Grêmio para adquirir 50% dos direitos econômicos do jogador de 26 anos e estaria disposto a envolver, além de dinheiro, outros atletas na negociação com o clube gaúcho. Para a bancada do “Redação SporTV”, o negócio seria vantajoso para todas as partes.

– Parece uma negociação boa para todas as partes. Corinthians precisa de jogadores ofensivos porque vive um drama com o ataque. O Luan parece ter perdido espaço de estrela do time no Grêmio. Já foi em algum momento, hoje é o Everton Cebolinha. Mas o Luan tem 26 anos, é muito jovem, tem potencial para ser ídolo do Corinthians. É uma ótima ideia – elogiou Aydano.

Outro assunto discutido pela bancada foi a busca do Grêmio por um novo goleiro para a próxima temporada. Para Aydano, se o clube não for atrás de um substituto para a vaga de Paulo Victor – muito criticado durante esse ano – vai comprar briga com a torcida.

Por SporTV.com — Rio de Janeiro