Campo Grande, 23 de setembro de 2021

Parede de contenção do Rio Paraguai cede e assusta moradores de Porto Murtinho, em MS

Parte de uma das paredes de contenção do Rio Paraguai cedeu na tarde desta segunda-feira, em Porto Murtinho, a 439 quilômetros de Campo Grande. A situação assustou moradores da cidade, que registraram o momento da queda.

Ao MS1, o prefeito de Porto Murtinho, Derlei Delevatti, do PSDB, disse que parte das placas mantidas por estacas cederam em uma região próxima da chegada de Porto Murtinho. Delevatti afirmou também que fazem verificações esporádicas sobre as condições dos diques. “Claro que causa uma preocupação pra nós uma situação dessa. Mas já entramos em contado com a Defesa Civil do estado e amanhã (29), tanto a Defesa Civil quanto a Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul estarão com engenheiros para fazer um estudo do caso”, explicou.

Também à equipe do MS1, o coordenador da Defesa Civil, Fábio Catarineli, confirmou a ida ao município sul-mato-grossense. “Estamos enviando uma equipe de técnicos especialistas em barragens. Apesar de ali não ser uma barragem, a forma construtiva é parecida. Vamos fazer uma análise e passar para a prefeitura quais as providências a serem tomadas na situação”, disse.

Antes mesmo da chegada da Defesa Civil, o prefeito de Porto Murtinho já tem uma hipótese para o motivo da queda da parede de contenção. “Houve uma passagem de terra por baixo da placa, o rio baixou de 5 metros e meio para menos de 2 metros e 70 centímetros, então o material deve ter saído por baixo. A nível de solo, era impossível visualizar isso. Como baixou o rio, o material escoou”. A teoria faz sentido, de acordo com a Defesa Civil. “Estivemos no passado vistoriando o dique e a água realmente pode entrar por baixo e retirar material, passível de causar deslizamento ali naquela parede de contenção, mas afirmar isso só será possível depois da vistoria”, explicou o coordenador do órgão.

O prefeito do município afirmou também que é importante tomar providências rapidamente, enquanto o rio está baixo. Mas o chefe do executivo municipal tranquilizou a população. “A estrutura do dique, em si, está bem mais adiante na cidade. A estrutura que caiu foi construída depois do dique, para que o rio não batesse na estrutura à frente e conseguisse fazer o assoreamento do local”.

Já o coordenador da Defesa Civil de MS faz um alerta aos moradores de Porto Murtinho. “Não se coloque em situação de risco. Se você verificou que está tendo algum deslizamento ali na parede de contenção, informe a prefeitura para que eles tomem as devidas providências, já que nesta quarta-feira estaremos com uma equipe na cidade pra acompanhar o local e avaliar melhor a estrutura”.

G1 MS

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 20 =