Campo Grande, 27 de setembro de 2021

Curtinhas: lutadora ex-UFC diz ter sido agredida por ex-namorado e leva sete pontos no nariz

A lutadora belga Cindy Dandois, 35, é mais uma mulher vítima de violência doméstica por parte de um companheiro ou ex-companheiro. A atleta peso-pena, que já lutou no UFC, Invicta FC, Rizin e Bellator, revelou à mídia de seu país que foi atacada na tarde de sexta-feira por um ex-namorado, também lutador, em frente à sua casa em Deurne, província da Antuérpia.

– Ele não aceitou que eu quisesse seguir em frente e apenas continuar amigos. É ciúmes. Ele me ameaçou o tempo todo, mas nunca levei suas ameaças a sério. Até que ele chegou à minha porta. Eu não esperava nada disso. Antes que eu percebesse, eu fui atingida na cara. Meu nariz está fraturado e agora está torto – disse Dandois ao site belga “Het Laatste Nieuws”.

A lutadora postou nas redes sociais as fotos do corte no nariz e dos sete pontos recebidos no local. Ela afirmou que não deseja que o ex-namorado seja preso, apenas que a “deixe em paz” e cubra os custos médicos. Dandois espera se recuperar a tempo de lutar no próximo dia 15 de dezembro, no evento Cage Survivor 14, na Grécia, onde enfrentará Eleni Mytilinaki na luta principal.

– Será uma cicatriz para a vida. Espero que eles possam endireitar meu nariz. Eu deveria ter levado suas ameaças a sério desde o início, mas sempre esperei que ele se acalmasse. Um erro. (…) Eu não sou do tipo que fica chorando. Felizmente, ainda estou aqui. Poderia ter terminado de outra maneira – concluiu a lutadora.

Nordine Taleb anuncia que vai se aposentar em breve

O lutador francês Nordine Taleb, 38, anunciou nas redes sociais nesta terça-feira que vai se aposentar do MMA após sua próxima apresentação no octógono. A luta, que será a 23ª de sua carreira, ainda não está marcada, mas ele já sabe que será a última.

“Olá todos, após pensar por algum tempo sobre isso, tomei a decisão que minha próxima luta no UFC será minha luta de aposentadoria. Foi uma grande jornada e estou muito grato por ela! Vejo vocês em breve para a última jornada”, escreveu o lutador.

O peso-meio-médio francês nunca esteve cotado entre os melhores do UFC, mas já fez 12 apresentações dentro do octógono. Parte do elenco do TUF Nations, que opôs lutadores da Austrália e do Canadá (representou este último, onde treina na equipe Tristar), Nordine Taleb não foi longe no reality show, mas garantiu vaga no Ultimate e venceu nomes como Li Jingliang, Erick Silva e Danny Roberts, além de sofrer derrotas para Santiago Ponzinibbio, Cláudio Hannibal e Warlley Alves, entre outros. Seu cartel atualmente é de 15 vitórias e sete derrotas. Além disso, ganhou alguma fama como segurança de Neymar em sua chegada ao Paris Saint-Germain, em 2017.

Jairzinho Rozenstruik mira duelo contra Ngannou após encarar Overeem

Jairzinho Rozenstruik lutou três vezes no UFC em 2019, e em nenhuma delas ficou mais de um minuto no octógono. E, para terminar esta temporada, ele terá pela frente Alistair Overeem no dia 07 de dezembro, no UFC Washington. Em entrevista ao “Ariel Helwani´s MMA Show”, o lutador admitiu que, embora vencer Overeem seja um grande passo em sua carreira, ele já tem outro potencial adversário em mente.

– Para mim, vencer Alistair Overeem significa bastante, mas a luta que estou de olho é o Francis Ngannou. Ele é um cara grande, assustador, e eu acho que isto é incrível. Colocar dois pesos-pesados que batem pesado, e nós vamos criar uma bomba no octógono. É isso que estou querendo. Gosto de lutas emocionantes, e para mim esta vai ser uma grande luta. Se você quer ser o melhor do mundo, você tem que derrotar os melhores do mundo. Este é um grande desafio, e eu quero realmente me testar e divertir os fãs do UFC. Acho que todo mundo quer ver essa luta.

Por Combate.com — Rio de Janeiro

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =