Campo Grande, 22 de setembro de 2021

Por problemas de saúde, Justiça do RN determina que suspeito de chefiar a milícia seja devolvido em até 30 dias a MS

O juiz corregedor do presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, Walter Nunes da Silva Júnior, determinou nesta sexta-feira (6), que o empresário Jamil Name seja devolvido em um prazo de 30 dias ao sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul.

Name foi transferido da penitenciária federal de Campo Grande para o presídio de Mossoró no dia 30 de outubro. A decisão, segundo o juiz, ocorre em razão dos problemas de saúde apresentados pelo empresário.

Desde outubro os advogados de defesa de Jamil Name entraram com diversos pedidos na Justiça do Estado e em instâncias superiores para obter a revogação da prisão preventiva do suspeito ou a conversão da medida em prisão domiciliar. A alegação foi a mesma acatada pelo juiz do Rio Grande do Norte, a de que ele é idoso e doente. Os pedidos, entretanto, haviam sido todos negados.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − quatro =