Campo Grande, 20 de setembro de 2021

PM que pagou boleto de R$ 16 mil de Flávio Bolsonaro diz não lembrar como foi ressarcido

O policial militar Diego Sodré de Castro Ambrósio, citado em relatório do Ministério Público por ter pago uma prestação de mais de R$ 16 mil de parcela de apartamento do senador Flávio Bolsonaro, disse ao G1 que fez o pagamento em outubro de 2016 por ser amigo do parlamentar. Segundo Diego, Flávio devolveu a quantia, mas ele não tem certeza como o pagamento foi feito.

“Eu sei que eu paguei a conta, isso eu sei. Agora como eu fui ressarcido, eu não lembro. Que ele me pagou, ele me pagou. Por ironia do destino, eu pedi os extratos a partir do ano de 2015. Nas primeiras folheadas, eu achei o ano de 2016. Eu fui logo no mês de outubro e achei o pagamento da cobrança. Aí eu vi que eu ressarci minha conta com transferência da minha empresa, ou seja, ele não transferiu para minha conta, entendeu? Então eu subentendi que ele me pagou em dinheiro”, contou em entrevista por telefone.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =