Campo Grande, 27 de setembro de 2021

Aprovada LOA com 330 emendas parlamentares e mais sete Projetos nesta terça-feira

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram, na sessão ordinária desta terça-feira (17), oito Projetos.

Em regime de urgência, os vereadores aprovaram o Projeto de Lei n. 9.584/19, que declara de utilidade pública a Associação de Famílias, Amigos, Profissionais e Pessoas Surdas – AFAPS. A proposta é de autoria do vereador Otávio Trad.

E o Projeto de Lei n. 9.639/19, que altera dispositivos da lei 6.343/19, que dispõe sobre a obrigatoriedade de fixar cartaz de conscientização e institui a Semana Municipal de Prevenção da Síndrome Alcoólica Fetal (SAF) e dá outras providências. A proposta é de autoria do vereador André Salineiro.

Também, o Projeto de Lei n. 9375/19, que institui no Calendário Oficial do Município de Campo Grande-MS o Festival de Gastronomia da Avenida Bom Pastor e dá outras providências. A proposta é de autoria do vereador Betinho.

Em segunda discussão e votação, os parlamentares aprovaram o Projeto de Lei n. 9.361/19, com uma emenda, de autoria do vereador Valdir Gomes, que assegura aos doadores de sangue reserva de, no mínimo, 1 (uma) vaga em estacionamento público ou privado situados em frente aos bancos de sangue e hemocentros localizados no município de Campo Grande.

E o Projeto de Lei n. 9.415/19, com uma emenda, de autoria do vereador André Salineiro, que dispõe sobre a comercialização de cerveja artesanal nos eventos realizados com recursos públicos municipais.

E, ainda, o Projeto de Lei n. 9.428/19, que dispõe sobre a obrigatoriedade do ressarcimento ao erário por danos ao patrimônio público causados por condutor em acidente de trânsito no município. A proposta foi elaborada pelos vereadores Carlão e Delegado Wellington.

Já em primeira discussão e votação, foi aprovado pelos parlamentares o Projeto de Lei n. 9.537/19, de autoria do vereador Ademir Santana, que declara de utilidade pública municipal a Associação Brasileira de Assistência às Pessoas com Câncer – Abrapec/unidade Campo Grande.

LOA – Duas sessões extraordinárias foram realizadas logo após a sessão desta terça-feira. Na primeira, em primeira discussão e votação, os vereadores aprovaram o Projeto de Lei n. 9.533/19 (Lei Orçamentária Anual), com relatório final da LOA incorporado contendo 330 emendas parlamentares, que estima a receita e fixa a despesa do município de Campo Grande para o exercício financeiro de 2020.

A segunda sessão extraordinária foi convocada para analisar a mesma proposta, que desta vez foi aprovada em segundo turno de discussão e votação.

O relatório final da LOA, como é chamada a proposta, foi entregue pela Comissão Permanente de Finanças e Orçamento à Mesa Diretora, em novembro, contendo o total de 330 emendas.

De acordo com presidente da Comissão e relator da LOA, vereador Eduardo Romero: “O processo de construção desse relatório se deu com ampla participação da sociedade. A primeira proposta foi preparada pelo Executivo e encaminhada para esta Casa, cada vereador recebe sua demanda com suas bases e transforma isso em suas emendas parlamentares. E, pela primeira vez, houve a participação presente da comunidade indígena, participaram e trouxeram suas demandas. A participação da sociedade civil organizada faz com que a política pública chegue de fato aos nossos munícipes”, disse.

O orçamento de Campo Grande para 2020 prevê uma receita de R$ 4,3 bilhões e crescimento de 7,3% em relação ao valor que foi proposto para este ano.

Dayane Parron
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + dois =