Campo Grande, 21 de setembro de 2021

PGR vai opinar sobre pedido de progressão de regime de Geddel

Progressão

Geddel teria direito à progressão de regime após 29 meses de prisão, mas a progressão também leva em conta se ele teve bom comportamento – isso é avaliado pela Vara de Execuções Penais.

Segundo a defesa, Geddel, que está preso desde 3 de julho de 2017, teve bom comportamento e já cumpriu mais de 30 meses de prisão, “marco temporal suficiente à progressão de regime diante da pena imposta”.

No processo, há uma carta de emprego da empresa Soll Distribuidora de Petróleo Ltda., na qual afirma que há uma vaga reservada a Geddel como assessor de diretoria administrativa, caso ele obtenha o direito a trabalhar fora da prisão.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + dezesseis =