Campo Grande, 21 de setembro de 2021

Menina de 5 anos com síndrome de down descobre doença rara e precisa de R$ 100 mil para cirurgia em MS

Emilly de Jesus tem apenas cinco anos e vive com um sorriso fácil no rosto. Ela nasceu com síndrome de down e, até o fim do ano passado, fazia de tudo. Porém, após um acidente vascular cerebral (AVC), a garota teve sequelas do lado direito do corpo e não consegue mais andar, além de ter dificuldades de fala. “Após o acidente, ela conseguiu recuperar só um pouco dos movimentos, mas nem perto de tudo que ela fazia”, conta o pai de Emilly, Waldesson Pereira de Jesus.

Depois do AVC, veio a pior notícia: a menina foi diagnosticada com síndrome de Moyamoya, uma doença grave e muito rara. De acordo com o neurologista Gabriel Braga, a condição acomete os vasos que levam o sangue até o cérebro, em especial as artérias carótidas, levando a uma gradual insuficiência vascular. Ou seja, com a doença, o cérebro fica sem capacidade de receber a quantidade de oxigênio e nutrientes que ele precisa pro seu desenvolvimento.

Por conta da síndrome, Emilly desenvolveu outras doenças, como hipertensão. Por isso, quase sempre, ela precisa ficar internada. “Ela também tem problemas nos rins, já que os rins dela tiram uma proteína do corpo que não poderia. Aí o corpo dela incha e ela fica internada porque esse inchaço pode provocar água no pulmão, entre outros riscos”, explica o pai da garota.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + dezenove =