Campo Grande, 23 de outubro de 2021

Após pedir “paz”, Mandetta encara ofensiva de bolsonaristas

Ao anunciar na noite de segunda-feira, dia 6, que seguia como ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta pediu “paz” para trabalhar no enfrentamento à pandemia do coronavírus, mas não terá a tranquilidade que espera. Embora Mandetta tenha conquistado uma parcela dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, grupos considerados mais radicais e ligados ao guru Olavo de Carvalho intensificaram a ofensiva nas redes sociais contra ele. Na manhã desta terça-feira, 7, a claque que aguardava o presidente na saída do Palácio da Alvorada entoou um coro de “Fora Mandetta.”

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 1 =