Aqui, no Brasil, muitas pessoas ainda desrespeitam o isolamento e não se preocupam com as prevenções. As coisas são mais “relaxadas” e vejo uma falta de seriedade. Em Wuhan era diferente. Na entrada de supermercados, faziam medição da temperatura e todos eram obrigados a usar máscaras e luvas. No Brasil, não vejo essa mesma preocupação com a higiene, o que com certeza interfere nos cuidados com a pandemia. Por isso, enquanto as coisas não melhoram, tento seguir aqui as mesmas recomendações da China. Ficar tanto tempo isolada me deixou cansada e ansiosa, mas sei que todas essas medidas são necessárias para que a gente possa vencer o vírus.