Campo Grande, 26 de maio de 2024

Protesto no Náutico após jogo acaba com balas de borracha e bombas de efeito moral; vídeo

A má fase do Náutico na Série B do Brasileiro refletiu em um encontro violento entre torcedores e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) na noite desta quarta-feira, na sede do clube, nos Aflitos. Após o empate sem gols com o Vitória, torcedores que protestavam foram dispersados com tiros de bala de borracha e bombas de efeito moral.

Conforme apurou o ge, um grupo de trinta a quarenta torcedores gritava xingamentos contra a diretoria e presidência do clube. Em certo momento, policiais do batalhão de choque da PMPE chegaram e dispersaram todos. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento (veja acima).

Protesto de torcedores do Náutico é dispersado com tiros de bala de borracha e bombas — Foto: Reprodução

Protesto de torcedores do Náutico é dispersado com tiros de bala de borracha e bombas — Foto: Reprodução

Este é o segundo protesto da torcida neste momento crítico do Náutico na Série B, em que o time está na zona de rebaixamento e não vence nos Aflitos há mais de dois meses. Na última sexta-feira, um grupo de torcedores invadiu o treino dos jogadores no CT e o clube relatou uso de bombas.

A reportagem tentou contato com a assessoria do clube e com a Polícia Militar de Pernambuco para falar sobre o ocorrido, mas ainda não recebeu respostas.

O Timbu empatou sem gols com o Vitória, primeiro time fora do Z-4, nesta quarta. O resultado manteve o time a cinco pontos de sair da área de queda.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp