Campo Grande, 29 de junho de 2022

Moradora encontra onça no quintal de casa e operação com avião é feita para resgate: ‘achei que era um gatinho’

Uma onça-parda foi encontrada no quintal de uma residência, em Bataguassu (MS) – a 295 km de Campo Grande -, por uma moradora nesta quarta-feira (9). Gleica Caroline Alves da Silva, de 32 anos, ficou assustada com a “visita inesperada” e comentou: “achava que era um gatinho”. Assista ao vídeo acima.

A onça estava em uma região do quintal da casa, em meio a objetos armazenados no local. Gleica desconfiou da “visita” quando a cachorrinha da família começou a latir e não parou durante toda a manhã desta quarta.

Por volta das 9 horas, Gleica decidiu levantar e ver o que estava ocorrendo no quintal. “Como eu trabalho à noite, acordo um pouco mais tarde. Mas, desde as 7 horas começamos a ouvir ela latindo, apesar de ela quase não latir, como tem gatos na vizinhança, achamos que era isso”, frisa.

Na conversa com o g1, a moradora de Bataguassu se disse “impressionada” com a “vista ilustre”. A família tem uma tapeçaria aos fundos da casa, local onde a onça se escondeu.

“Ficamos impressionados que ela não ficou na tapeçaria e se escondeu nos fundos. Como minha cachorrinha acuou e tem cachorros do lado, que também latiram muito, ela se escondeu. Agora estamos aguardando o resgate”, relembrou.

 

Até o fechamento desta notícia, o resgate ao animal não foi feito. O felino permanece no quintal da casa de Gleica.

O Corpo de Bombeiros está no local, junto de equipes da Polícia Militar Ambiental (PMA). Segundo o Major Bruno, comandante dos bombeiros, em Bataguassu, uma equipe irá ao local com o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) para realizar o resgate adequado.

Aeronave do Grupamento de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros saiu de Campo Grande, rumo a Bataguassu com uma equipe de veterinários do Imasul para atender a ocorrência envolvendo a onça-parda presa na residência de Gleica.

Conforme a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), que é vinculada ao Imasul, a onça será avaliada em Bataguassu e, caso não tenha nenhum ferimento, será solta em uma região de mata do município.

Operação de resgate

 

Onça ainda está na casa da moradora de Bataguassu. — Foto: Reprodução

Onça ainda está na casa da moradora de Bataguassu. — Foto: Reprodução

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp