Campo Grande, 24 de fevereiro de 2024

PREFEITA ADRIANE LOPES SE REÚNE COM EMBAIXADOR DA IRLANDA EM BUSCA DE PARCERIA PARA IMPLANTAÇÃO DO PARQUE TECNOLÓGICO

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, cumpre agenda em Brasília nesta quinta-feira (28), onde foi recebida pelo embaixador da Irlanda no Brasil, Seán Hoy. O encontro, no Palácio do Itamaraty – sede do Ministério das Relações Exteriores, marca o início das conversações sobre futuras parcerias comerciais e tecnológicas destinadas à formatação do projeto do Parque Tecnológico e de Inovação planejado para a Esplanada Ferroviária. O embaixador mostrou-se receptivo à proposta de intercâmbio e também à ideia de ser firmado um acordo para tornar a capital sul-mato-grossense cidade-irmã de Dublin, capital irlandesa.

A Prefeita Adriane Lopes, que esteve acompanhada da subsecretária de Gestão e Projetos Estratégicos, Catiana Sabadin, vê nesta possível parceriacom a Irlanda uma oportunidade para conhecer mais de perto a experiência irlandesa em inovação tecnológica. O país hoje é uma referência mundial, tanto que Dublin é considerada o vale do silício da Europa, por se tratar da sede de grandes empresas de tecnologia como Google, Facebook, LinkedIn, Tinder e Airbnb.

Antes de buscar este intercâmbio com a Irlanda, a chefe do Executivo Municipal de Campo Grande esteve em São José dos Campos no último dia 9, onde foi conhecer o Parque Tecnológico da cidade do interior paulista, que é uma referência nacional na promoção da ciência, tecnologia e inovação. “Vamos buscar experiências bem-sucedidas e adaptá-las à realidade local . É uma fase de aprendizado fundamental para a construção de um modelo de parque tecnológico que seja uma ferramenta de desenvolvimento para nossa cidade”, comenta Adriane Lopes.

A Prefeitura já assegurou junto à Finepe (Financiadora de Estudos e Projetos) R$ 7 milhões para custear a fase inicial de implantação do Parque Tecnológico e de Inovação. A captação foi aprovada 6 meses após o projeto ser apresentado a Financiadora, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Já está em andamento o processo de licitação para reforma de duas incubadoras (Mário Covas e Santa Emília), um investimento de R$ 1,6 milhão. As incubadoras serão adaptadas também para funcionar como Hubs de Inovação, que serão integrados ao Parque Tecnológico.

Os Hubs são físicos e/ou virtuais – nos quais empresas e startups podem trabalhar e ter acesso a contatos, investidores, mentores e fornecedores. Nesses ambientes férteis, os projetos têm maior facilidade para crescer, tanto pelo vasto networking, quanto pelo suporte para a aceleração dos negócios.

O projeto integral prevê investimentos no valor de R$ 91.492.702,89, abrangendo a restauração do Complexo de Rotunda da Ferrovia, um Museu Interativo sobre a Ferrovia Noroeste do Brasil com imagens, textos e instalações multimídias. No local, o visitante vai “viajar” de forma virtual na história do modal ferroviário que teve um papel crucial no desenvolvimento e ocupação populacional de Campo Grande.

A Estação Digital, de acordo com subsecretária Catiana Sabadin, vai criar um ambiente propício à integração das instituições de pesquisa, universidades e empresas, públicas e privadas, abrigando startups voltadas a inovação e tecnologia.

Outras agendas

Além de visitar a embaixada da Irlanda, a Prefeita Adriane Lopes se reuniu com o embaixador Márcio Fagundes e o ministro João Carlos Parkinson. Em pauta foram debatidas as tratativas para a implementação do Corredor Bioceânico, que vai criar uma nova alternativa de escoamento da produção brasileira para a China e demais países do Pacífico, passando por Campo Grande.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp