Campo Grande, 28 de fevereiro de 2024

Marquinhos Trad oficializa seu nome pelo PSD

Embora bombardeado pela divulgação de uma série de denúncias de assédio sexual, crime que teria praticado dentro do gabinete no período que era prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, do PSD, teve o nome oficializado como candidato do partido ao governo de Mato Grosso do Sul, em convenção partidária promovida na manhã deste sábado (30).

Viviane Orro, médica, moradora da cidade de Aquidauana, esposa do deputado estadual Felipe Orro, também do PSD, foi anunciada como a vice de Marquinhos. O ex-juiz federal Odilon de Oliveira, foi confirmado como candidato ao Senado. O PSD anunciou também ter firmado chapa com a legenda Patriota.

O partido de Marquinhos vai disputar as eleições de outubro com dez candidatos a deputado federal e, 20 vão concorrer a mandatos de deputado estadual. Marquinhos chegou ao evento sob forte aplauso dos correligionários. Ele chegou junto à família – esposa e filhas.

O candidato prometeu conversar com a imprensa daqui a pouco. Num breve relato, Marquinhos disse que “agora tem mais vontade de governar”.

Ontem, sexta-feira (29), a assessoria do ex-prefeito distribuiu à imprensa um vídeo em que ele diz que vai acionar o MPF (Ministério Público Federal) e Tribunal de Justiça contra as pessoas que o teriam denunciado por assédio sexual. Para ele, as acusações tiveram “motivação política”.

No vídeo, ele diz ter “errado” com a esposa, mas que jamais cometeu algum crime enquanto dono de mandato. De acordo com a denúncia, Marquinhos propunha sexo em troca de emprego. O caso é investigado pela Polícia Civil e corre em segredo.

Confira a lista de candidatos

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp