Campo Grande, 27 de fevereiro de 2024

Vereador Ayrton Araújo sugere uma CPI para investigar os recursos públicos destinados à Santa Casa de Campo Grande

Com a volta do impasse envolvendo possíveis falta de recursos financeiros que são destinados mensalmente à Santa Casa pela prefeitura municipal de Campo Grande, a população é a principal prejudicada nos atendimentos médico-hospitalares necessários e de rotina. Diante do quadro apontado pelas duas partes, o vereador Ayrton Araújo (PT) está sugerindo a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar os reais motivos que apontam a Santa Casa a suspender parte dos procedimentos para a população da Capital e do Estado.

O parlamentar quer saber de quem é a culpa, se da prefeitura por não cumprir o contrato de repasse para a prestação dos serviços de saúde, ou se o problema está com a falta de uma boa gestão da Santa Casa causando sérios prejuízos à população com a suspensão dos serviços laboratoriais e cirurgias eletivas.

A Santa Casa emitiu uma nota apontando o impasse na renovação do contrato com a prefeitura que tem “gerado uma crise de desabastecimento no hospital”, tendo que manter apenas os atendimentos de urgência e emergências inadiáveis, ao passo que a prefeitura informa que todos os repasses estão em dia e não deve nada ao hospital.

Ayrton Araújo diz que não é concebível assistir passivamente a Santa Casa escolhendo quem vai viver ou morrer na fila dos atendimentos e as UPAs da Capital abarrotadas com pessoas doentes em cima de macas aguardando uma vaga pela regulação que nunca chega. Precisamos dar um basta nisso e solucionar esse impasse, por isso a sugestão da criação de uma CPI para se fazer uma profunda investigação e recolocar a saúde pública em seu devido lugar, finalizou o parlamentar.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp