Campo Grande, 28 de fevereiro de 2024

Vereadores recebem servidores e membros do Executivo em reunião

Na tarde desta terça-feira (09), o presidente da Câmara Municipal, Carlos Augusto Borges, o Carlão, recebeu representantes do Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos e do Executivo Municipal para discutir as reivindicações feitas pela categoria.

Com o intuito de estreitar o diálogo entre a classe e a administração pública, a Câmara Municipal sentou para escutar as demandas dos servidores e interceder de forma necessária no âmbito do legislativo.

Três pontos foram discutidos na reunião: a adequação dos plantões à lei 190 a partir de agosto; a possibilidade de quinquênio e progressão horizontal e vertical para os guardas municipais de Campo Grande; e o tema dos atestados e licenças médicas.

Segundo a secretária de Finanças da Prefeitura, Márcia Helena Hokama, foram definidos alguns pontos, mas outros ainda dependem de adequação à saúde financeira do município.

“Tratamos sobre os plantões que ficam limitados à condição de R$ 280 mil e será revisto pela lei 190, não chamamento de agentes patrimoniais, a fim de não haver impacto maior.  Já o quinquénio é uma questão de todos os servidores e precisamos de sentar e fazer o reajuste quando houver a condição econômica, financeira e fiscal”, explica.

O vereador Valdir Gomes comemorou o encontro e se mostrou animado para o prosseguimento dos trabalhos. “Vieram três propostas, resolvemos questão dos plantões, o quinquênio vem em outro projeto que estou presidindo e não sai para agora, e última vamos ter mais uma negociação e resolver os atestados, então caminhou bastante”, resumiu.

Já o vereador Coronel Alírio Villassanti ressaltou o papel conciliador da Câmara, mas disse que ainda existem pontos a serem discutidos.

“Avançamos muito na reunião de hoje e prevaleceu o diálogo a importância da Câmara de trazer essa discussão para o servidor. Demos um passo importante na busca por soluções. Ainda temos a questão da corregedoria e dos atestados”, relembra.

Já o presidente do Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos (SINDIGM/CG), Hudson Bonfim, saiu com esperanças da reunião e com o compromisso de que os pedidos dos trabalhadores serão atendidos.

“Essa demanda iniciou-se no começo do ano, o presidente conseguiu honrar o compromisso da Câmara para com o sindicato. A periculosidade foi comprometida dentro do percentual de 50% com os secretários e o plano de letras e quinquênios ainda vai ser debatido. A Câmara se comprometeu a implantar um cronograma de trabalho”, explica.

O encontro ocorreu na Presidência da Casa de Leis e contou com a presença do vereador Valdir Gomes, do presidente do sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos, Hudson Bonfim, o advogado, Márcio Almeida, do Secretário Municipal de Gestão, Agenor Mattiello e da Secretária de Finanças, Márcia Helena Hokama.

Rodrigo Almeida 
Assessoria de Imprensa do Vereador 

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp