Campo Grande, 22 de fevereiro de 2024

Americano morto em Cascadura tinha sonho de morar no Brasil: ‘amava a história do país’, revelam amigos

“Adorava uma caipirinha e era apaixonado pela história do Brasil”. Foi assim que os amigos definiram o turista americano Joseph Thomas Trey Barber (inicialmente identificado apenas Joseph Thomas), de 28 anos, que morreu na madrugada desta sexta-feira (12), após ser baleado no pescoço em Cascadura, na Zona Norte do Rio, na última quarta (10). De acordo com Bianca Silva, Joseph tinha o sonho de morar na cidade carioca.

— Ele fez intercâmbio pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) em parceria com a faculdade dele lá de fora, a UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles), onde fez mestrado e cursava o doutorado em Língua Portuguesa. Meu amigo tinha vontade de morar aqui (Brasil). Ele pensava em comprar uma casa ou um apartamento na Barra da Tijuca. O Trey queria que todos nós morássemos com ele. Ele queria levar minha mãe junto, também. Agora infelizmente esse sonho não vai ser realizado — lamentou.

Joseph foi atingido enquanto levantava para pegar o controle remoto com o intuito de aumentar o volume da TV para que a filha da amiga não escutasse os tiros.

Inicialmente ele foi socorrido ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, passou por uma cirurgia e respirava com ajuda de aparelhos. Na quarta-feira (11), ele foi transferido para o Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul, mas não resistiu aos ferimentos.

Mikael Oliveira, um dos melhores amigos do americano, disse que eles tinham uma viagem programada para a Região dos Lagos no fim do mês.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp