Campo Grande, 28 de fevereiro de 2024

COM QUASE 80% DO SERVIÇO CONCLUÍDO, RECAPEAMENTO NO CENTRO É ESTENDIDO A RUA 13 DE JUNHO

Nesta quinta-feira (11), a Prefeitura de Campo Grande iniciou na Rua 13 de Junho uma nova frente de recapeamento no Centro da cidade. Serão feitos 800 metros de asfalto novo entre as avenidas Afonso Pena e Mato Grosso. O serviço começou pela remoção do pavimento antigo (fresagem) que está bastante desgastado após mais de 20 anos sem uma manutenção mais  abrangente.

whatsappimage2022 08 11at11 38 25 prefcg 1660249795 COM QUASE 80% DO SERVIÇO CONCLUÍDO, RECAPEAMENTO NO CENTRO É ESTENDIDO A RUA 13 DE JUNHO

Na Rui Barbosa foi feita a quadra entre as ruas Ceciliano e Calarge. O trabalho agora está concentrado na última quadra antes da Fernando Correa da Costa. Ficará faltando apenas o trecho onde está prevista a instalação de um terminal de embarque,  entre as Ruas Calarge e Tonico de Carvalho, onde serviço será feito após a construção das plataformas das estações.

Conforme balanço da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) já está pronto até agora quase 80% (exatos 78,57%) do recapeamento planejado para o microcentro, além da Rui Barbosa e o trecho da  13 de Maio entre as ruas  Fernando Corrêa da Costa e a Júlio Dittmar.  Dos 28 quilômetros, já foram feitos 22 km e a expectativa é de que nos próximos 45 dias as obras estejam concluídas.  No lote 1 da Rui Barbosa, entre as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Rachid Neder, por exemplo, só é possível fazer a quadra entre a Avenida Afonso Pena e a Rua Barão do Rio Branco, onde está em andamento as readequações da calçada da margem direita.

Nos próximos dias haverá frentes de serviços na Maracaju e Antônio Maria Coelho (entre a Avenida Calógeras e Rui Barbosa); Pedro Celestino (entre a Mato Grosso e Maracaju); José Antônio (da Abrão Julio Rahe até a Cândido Mariano). Após esta etapa ficará faltando o trecho final da 13 de Maio (entre a Mato Grosso e Julio Dittmar); 15 de Novembro (entre a Rui Barbosa e Avenida Calógeras),  Lydia Bais e Iria Loureiro Viana.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp