Campo Grande, 22 de abril de 2024

Japão vence Alemanha na Copa do Mundo

Japão vence Alemanha em virada histórica na Copa do Mundo

Gündogan abre placar de pênalti pela Alemanha, mas Doan empata, e Asano marca o segundo para garantir o placar na estreia das seleções no Catar

Resumão

O Japão venceu a Alemanha, por 2 a 1, em uma virada histórica na estreia das seleções pela Copa do Mundo no Catar. Os alemães, portanto, voltam a sofrer diante de uma equipe asiática – após a derrota para a Coreia do Sul, que valeu a eliminação precoce no Mundial de 2018. No estádio Khalifa, Gündogan abriu de pênalti pela Alemanha, enquanto Doan e Asano fizeram os gols da virada.

O Japão assume a liderança do Grupo E com três pontos, enquanto a Alemanha está em último – porque Espanha e Costa Rica ainda se enfrentam nesta quarta-feira. No domingo, o Japão enfrenta a Costa Rica, e a Alemanha encara a Espanha. Veja a tabela da Copa do Mundo

As alterações do técnico Hajime Moriaysu foram decisivas para o resultado, principalmente com a entrada de Asano – que balançou as redes para marcar o segundo gol do Japão e garantir a primeira virada do país em Copas do Mundo.

Apesar do pênalti sofrido, Gonda marcou presença dentro de campo com uma sequência de quatro defesas que impediu a Alemanha de ampliar o placar – frustrando as tentativas de Musiala e Gnabry.

Em meio aos 11 remanescentes do Mundial de 2018, Ilkay Gündogan fez as honras ao abrir o placar para integrar a lista dos donos dos primeiros gols da Alemanha em Copas. De pênalti, fez 1 a 0 sobre o Japão, no 13º gol dele neste ciclo pós-Rússia. Não foi o suficiente, contudo, para garantir a vitória.

O duelo ainda teve dois gols anulados por impedimento, de Maeda pelo Japão, e Havertz pela Alemanha – ambos no primeiro tempo, aos sete e 48 minutos respectivamente.

Técnico Hansi Flick mexe mal e vê Japão empatar e depois virar a partida. Clique aqui para ver as notas e avaliações dos jogadores.

A movimentação da Alemanha começou ainda no extracampo. Após a polêmica sobre o uso da braçadeira da One Love – proibida pela Fifa -, os jogadores protestaram na foto oficial com as mãos tapando a boca. Neuer terminou usando a faixa indicada pela Fifa, e a Federação criticou a entidade máxima: “Direitos humanos são inegociáveis”.

Jogadores Alemães protestam antes de jogo contra o Japão

Jogadores Alemães protestam antes de jogo contra o Japão (Foto: REUTERS/Molly Darlington)

Primeiro tempo

A Alemanha dominou o primeiro tempo com investidas ofensivas em velocidade, enquanto o Japão apostou na pressão durante a saída de bola e criou chances com roubadas no campo defensivo. Os japoneses balançaram as redes primeiro, com Maeda, mas tiveram o lance anulado por impedimento. Depois disso as investidas dos alemães aumentaram, até que conseguiu um pênalti – cometido pelo goleiro Gonda – e Gündogan abriu o placar: 1 a 0, aos 33 minutos. Havertz ainda balançou as redes de novo, mas o gol foi anulado por impedimento. Assim, as seleções desceram para o intervalo sem mais mudanças no placar.

Segundo tempo

O Japão promoveu alterações, mas o cenário pouco mudou nos primeiros minutos. A Alemanha manteve a pressão e teve as melhores chances com o jovem Musiala, mas que não se converteram em gols. Muitas das investidas pararam no bom desempenho do goleiro Gonda, que chegou a fazer uma sequência de quatro defesas no mesmo lance. Pela Alemanha, Gündogan passou perto ao acertar uma bola na trave, mas quem mandou para o fundo das redes estava do outro lado: Doan, empatando pelo Japão, em 1 a 1. Seis minutos depois, saiu a virada: Asano – acionado do banco – superou Neuer para conquistar uma virada histórica, por 2 a 1. A primeira do Japão em Copas do Mundo.

Japão comemora vitória sobre Alemanha na estreia

Japão comemora vitória sobre Alemanha na estreia (Foto: Reuters)

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp