Campo Grande, 22 de abril de 2024

México vence a Arábia Saudita

O México venceu a Arábia Saudita, por 2 a 1, nesta quarta-feira, mas foi eliminado da Copa do Mundo do Catar pelo saldo de gols. Poloneses e mexicanos terminaram a fase de grupos com quatro pontos cada, e o desempate foi no saldo de gols. A Polônia terminou com saldo zero, enquanto o México ficou com menos um. E não foi por falta de chances. Após abrir 2 a 0 com seis minutos do segundo tempo – gols de Henry Martín e Luis Chávez – a seleção mexicana se lançou ao ataque e criou inúmeras oportunidades, mas parou no goleiro Al-Owais. Após tanto tentar, a equipe de Tata Martino levou o contra-ataque e Salem Al-Dawsari fez o gol que deu fim ao sonho mexicano .

Desde a Copa do Mundo da Argentina, em 1978, a seleção mexicana não era eliminada na fase de grupos de um Mundial. Naquela ocasião, foram três derrotas nos três jogos disputados. De lá para cá, o México só não esteve em dois Mundiais – 1974 e 1990. Desta vez, se despediu com uma vitória, um empate e uma derrota. Foram apenas dois gols marcados – os da vitória contra a Arábia Saudita. Nas últimas sete edições, os mexicanos foram às oitavas de final de forma consecutiva.

Lozano em Arábia Saudita x México

Foi bom enquanto durou

A Arábia Saudita viveu um sonho na Copa do Mundo do Catar ao vencer a Argentina na primeira rodada, por 2 a 1, e chegou a ficar perto de uma classificação para as oitavas de final. Na segunda rodada, era vencer a Polônia e comemorar, mas foi derrotada. Nesta quarta, precisava vencer o México e torcer por uma vitória de poloneses ou argentinos no outro jogo. A segunda parte aconteceu, mas a primeira ficou devendo e a seleção sensação da primeira rodada foi eliminada.

Arábia Saudita antes do jogo contra o México

Os primeiros 45 minutos foram bem disputados, com o México criando as melhores oportunidades. Vega e Luis Chávez foram os jogadores mais perigosos, arriscando chutes de fora da área. A Arábia Saudita percebeu que os mexicanos iriam com tudo para o ataque desde o início e passaram a jogar no contra-ataque, conseguindo equilibrar um pouco o confronto. Do meio do primeiro tempo para frente, porém, o México voltou a tomar conta das ações, mas esbarrou na forte retranca criada pelo técnico Hervé Renard.

O México voltou para a etapa final decidido a vencer a partida. E foram necessários apenas 6 minutos para fazer dois gols e deixar o confronto praticamente definido. Aos 2 minutos, Henry Martín aproveitou desvio em escanteio cobrado na primeira trave e abriu o placar. Quatro minutos depois foi a vez de Luis Chávez acertar uma cobrança de falta perfeita no ângulo para ampliar. Mas ainda não era o suficiente. Para se classificar às oitavas de final era preciso mais um gol, e os mexicanos se lançaram ao ataque. O ímpeto na frente fez a equipe esquecer a defesa. Aos 49 minutos, Al-Dawsari fez o gol de honra a Arábia e definiu o confronto.

México, com quatro pontos, e Arábia Saudita, com apenas um, se despediram da Copa do Mundo do Catar. A Argentina passou para as oitavas de final em primeiro, com seis pontos, seguida da Polônia, que fez os mesmos quatro pontos do México, mas com mais saldo de gols. Na próxima fase, os argentinos encaram a Austrália, no próximo sábado, às 16h. Já os poloneses encaram a França no domingo, às 12h.

Feras Albrikan e Jesus Gallardo em Arábia Saudita x México

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp