Campo Grande, 24 de abril de 2024

Tradicional escola da Capital, Joaquim Murtinho vai ganhar uma reforma geral no valor de R$ 7,5 milhões

A Escola Estadual Joaquim Murtinho, que faz parte da história da Capital, vai ganhar uma reforma geral, no valor de R$ 7,5 milhões. Em funcionamento desde 1922, a unidade que já é centenária atende mais de 1,4 mil estudantes, com 28 salas, em dois andares, localizada no centro da cidade.

A obra vai ser conduzida pelo Governo do Estado e de acordo com a SED (Secretaria Estadual de Educação) está previsto a pintura geral interna e externa, substituição e reforma de esquadrias, reforma da cobertura, substituição de pisos, adequação para acessibilidade, projeto de segurança e proteção contra incêndio e pânico, além de adequação da cozinha para normas da vigilância sanitária.

Nesta quinta-feira (01) foi publicado o resultado final da licitação. O próximo passo é homologação do processo, seguido pela assinatura do contrato com a empresa vencedora. Depois é só dar ordem de serviço para começar os trabalhos no local.

Com 100 anos de história, a escola é uma das mais tradicionais da Capital, localizada na Avenida Afonso Pena. Ela foi projetada pelo arquiteto Camilo Boni e demolida em 1974 para construção de uma nova escola. Hoje a unidade conta com alunos do ensino médio e do 9° ano do Ensino Fundamental.

“A reforma é muito importante para escola, que está há um bom tempo pleiteando estas melhorias. Mudanças como a troca de telhados, janelas antigas e outras adequações que são necessárias. Uma estrutura de qualidade faz muita diferença no aprendizado dos alunos”, afirmou o diretor da escola, Cláudio Moringo Ribeiro.

Investimentos

As reformas nas escolas estaduais vão chegar a R$ 900 milhões de investimento desde 2015. Foram mais de 270 unidades reformadas nos últimos sete anos. O objetivo é melhorar as condições das unidades e assim proporcionar um ambiente positivo aos estudantes e profissionais da educação.

“Com escolas mais modernas, teremos melhores condições para o aprendizado do aluno e um ambiente mais apropriado para os colaboradores que ali trabalham. As reformas e obras nas escolas sempre foram prioridade da nossa gestão, pois trazem resultados efetivos no ensino”, descreveu o governador Reinaldo Azambuja.

Leonardo Rocha, Subcom
Fotos: Edemir Rodrigues

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp