Campo Grande, 24 de fevereiro de 2024

“Recicla+MS” garantirá renda extra para os trabalhadores de recicláveis

Mato Grosso do Sul agora conta com um sistema de logística reversa de embalagens em geral. A principal novidade do sistema é a instituição do Recicla+MS um título que vale dinheiro e será usado na comercialização de embalagens entre recicladores e entidades gestoras.

Ou seja, com o Recicla+MS as empresas que já fazem a política reversa de embalagens terão um documento comprobatório do volume de embalagens recolhidas e destinadas à reciclagem pelos catadores.

Jaime Verruck, Secretário da Semadesc explica que hoje Mato Grosso do Sul é uma referência nacional em logística reversa, com um volume de aproximadamente 50 mil toneladas/ano. Segundo ele com o Recicla+ todos os catadores estarão inseridos no contexto.

Segundo o secretário neste momento o foco são os produtos de grande volume.

Além de ajudar o meio ambiente, é que a logística reversa traz para o Estado muitos ganhos de sustentabilidade.

Todo esse ajuste cria novos personagens jurídicos que passam a atuar no Sistema de Logística Reversa, como é o caso do verificador e do auditor independentes.

A comprovação do cumprimento da Logística Reversa no Estado continuará sendo feita por meio de notas fiscais eletrônicas, emitidas pelos operadores logísticos no momento da comercialização dos materiais recicláveis (papel, papelão, plástico, metal e vidro).

 

Katiuscia Fernandes – Comunicação Governo MS

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp