Campo Grande, 27 de fevereiro de 2024

MS recebe 45 mil doses de vacina contra a Covid-19 para crianças

O Ministério da Saúde envia para Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (31), 45 mil doses de vacina destinada a aplicação em crianças contra a Covid-19. Deste quantitativo, 30 mil doses são da Pfizer Baby e 15 mil doses da Pfizer pediátrica. As doses chegam em voo solidário e a previsão é que os imunizantes cheguem até às 17 horas, na sede da Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiológica, da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

Para a Coordenadora Estadual de Vigilância Epidemiológica da SES, Ana Paula Rezende de Oliveira Goldfinger, as vacinas destinadas ao público infantil chegam em boa hora. “Representa a oportunidade de ofertar a continuidade dos esquemas já iniciados e possibilidade de iniciar novos esquemas. Ressalto que não é indicado a intercambialidade de vacinas para crianças. Então, o indicado é manter o esquema vacinal com o mesmo imunizante de laboratório. Com a falta de imunizantes algumas crianças não finalizaram os esquemas, então aproveitemos o momento para isso”.

Ana Paula ainda destaca a importância da manutenção do calendário vacinal, seja das campanhas de Covid-19, Influenza ou das doses disponíveis nas salas de vacina. “É importante fazer a manutenção do calendário vacinal, em especial neste momento de retorno às aulas, onde o convívio interpessoal se acentua”.

As vacinas serão entregues aos municípios na próxima quinta-feira (2), a partir das 7h30, na sede da Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (Ceve). Das 30 mil doses da Pfizer Baby, 10 mil serão distribuídas para início da aplicação de D1, as demais 20 mil doses serão armazenadas e distribuídas a medida da solicitação dos municípios para a realização da aplicação de D2 e D3. Já as 15 mil doses de Pfizer pediátrica serão distribuídas na sua totalidade.

Recomendações

A Pfizer Baby é indicada para crianças de seis meses a dois anos, 11 meses e 29 dias, com ou sem comorbidades. O esquema de vacinação primário será composto por três doses, sendo a D1 e D2 aplicadas com um intervalo de quatro semanas entre uma dose e outra. A terceira (dose) precisa de um espaço de oito semanas, após a administração da segunda dose.

Já a Pfizer Pediátrica é indicada para crianças de 05 a 11 anos de idade. O esquema de vacinação primário será composto por duas doses, sendo a D1 e D2 aplicadas com um intervalo de oito semanas entre uma dose e outra. Já a dose de reforço deve ser aplicada com um espaço de quatro meses, após a administração da segunda dose.

A SES/MS ressalta que o início da aplicação das doses será definido pelas secretarias de saúde de cada município.

Rodson Lima, SES
Foto: Thomas Silva/Agência Brasil

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp