Campo Grande, 27 de fevereiro de 2024

Paco Rabanne morre aos 88 anos

Nesta sexta-feira (3) o mundo da moda amanheceu com uma triste notícia. O designer Paco Rabanne morreu aos 88 anos na casa em que vivia em Ploudalmézeau, uma comuna francesa na Bretanha. Sua morte foi confirmada pelo grupo espanhol Puig, detentor da grife que leva seu nome, mas a causa, até o momento, ainda não foi revelada. Nascido Francisco Rabaneda Cuervo em Pasaia, na província espanhola de Guipúscoa, em 1934, o designer se tornou conhecido por sua estética espacial, com um impressionante trabalho com metais, e perfumes best-sellers.

“Paco Rabanne tornou a transgressão magnética. Quem mais poderia induzir as mulheres da moda parisiense a clamar por vestidos feitos de plástico e metal? Quem, senão Paco Rabanne, poderia imaginar uma fragrância chamada Calandre – a palavra significa ‘grelha de automóvel’ – e transformá-la em um ícone da feminilidade moderna?”, disse José Manuel Albesa, presidente da divisão de moda e beleza da Puig. “Aquele espírito radical e rebelde o diferenciava: há apenas um Rabanne. Com a sua morte, recordamos mais uma vez a sua enorme influência na moda contemporânea”, continuou ele.

O presidente e CEO da Puig, Marc Puig, também se pronunciou: “Estou profundamente triste com a morte do Sr. Paco Rabanne. Uma personalidade importante na moda, tinha uma visão ousada, revolucionária e provocativa, transmitida através de uma estética única. Ele continuará sendo uma importante fonte de inspiração. Estendo minhas sinceras condolências à sua família e àqueles que o conheceram.”

Apesar de sua nacionalidade espanhola, Paco vivia na França desde 1937 e trabalhou em marcas como Nina Ricci, Balenciaga, Givenchy e Pierre Cardin, antes de apresentar sua primeira coleção, que o alçou à fama, em 1966. Intitulada “12 Unwearable Dresses in Contemporary Materials”, a linha enfureceu a imprensa de moda francesa na época, mas o colocou no mapa. O designer construiu um legado à frente de sua grife homônima com sua estética retrofuturista e inspirada no Space Age e se aposentou em 1999.

Sua marca, que havia cravado um DNA forte na perfumaria e no uso de metais nas roupas, ficou adormecida até 2011, quando foi comprada pelo grupo Puig e revivida, hoje tendo como diretor criativo Julien Dossena.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp