Campo Grande, 24 de fevereiro de 2024

Em fase final de implantação, projeto de eficiência energética no Camelódromo traz economia e energia sustentável à Capital

Já na reta final de implantação, o projeto de eficiência energética no Camelódromo trará mais economia e energia sustentável ao centro comercial que movimenta mais de 5 mil pessoas por dia em Campo Grande. Iniciativa da AGEMS em parceria com a Energisa, o objetivo do programa é simples, mas de extrema importância social: propagar o uso consciente de energia limpa e sustentável.

Placas fotovoltaicas – que produzirão energia a partir da luz solar – já foram instaladas na estrutura superior doeficiencia energetica capa2 Em fase final de implantação, projeto de eficiência energética no Camelódromo traz economia e energia sustentável à Capital prédio e os últimos retoques na troca de equipamentos internos estão sendo realizados. Todas as lâmpadas do centro comercial serão trocadas por LED e equipamentos novos e modernos serão substituídos, trazendo um ambiente mais confortável aos consumidores e economia na conta de energia aos associados no fim do mês.

“Estamos trazendo energia de qualidade, energia limpa e barata, e tenho certeza que isso vai ajudar muito daqui para frente. E não vamos parar por aqui, já estendemos esse programa ao Mercadão Municipal e no que for possível, levaremos a cultura sustentável a nossa cidade e nosso Estado, afirma o diretor-presidente da AGEMS, Carlos Alberto de Assis.

Carlos Alberto AGEMS 1024x683 1 Em fase final de implantação, projeto de eficiência energética no Camelódromo traz economia e energia sustentável à CapitalO diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, afirma que desenvolver o projeto em um ambiente que faz parte da história de Campo Grande, é participar do futuro da cidade.

“Modernizar esse espaço que está localizado na nossa principal avenida é uma contribuição que nos traz muita alegria, pois irá melhorar o atendimento a todos os clientes do Camelódromo, valorizando também a atividade econômica desses trabalhadores”, afirma Vinhaes.

O que muda:
O Projeto contempla toda área interna e externa do imóvel, ou seja: desde as áreas comuns, todos os 473 boxes , além de banheiros, corredores e salas adicionais.

eficiencia energetica Em fase final de implantação, projeto de eficiência energética no Camelódromo traz economia e energia sustentável à CapitalAs obras também incluem as instalações e sistema de iluminação: avaliação do sistema de condicionamento ambiental (Aparelhos de Ar condicionado), aquisição de materiais e equipamentos necessários, execução das obras, retirada e descarte correto dos materiais substituídos, acompanhamento, treinamento e avaliação final dos resultados.

Presidente da Associação de vendedores ambulantes, Narciso Soares, ressalta que, com o programa, todos os associados e a população que frequenta o Camelódromo, terão economia e mais segurança para trabalhar.

“É um projeto que veio para mudar o nosso ambiente e deixá-lo mais sustentável e assim todo mundo é beneficiado, os consumidores, nós comerciantes e principalmente o meio ambiente”, finaliza.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp