Campo Grande, 13 de junho de 2024

MS tem a 2ª melhor nota do País em indicador de políticas públicas LGBTQIA+

Mato Grosso do Sul é destaque nacional na realização de políticas públicas direcionadas para o público LGBTQIA+. O Estado conquistou três colocações no Prêmio Atenas de Políticas Públicas, resultado do Mapeamento Nacional de Políticas Públicas LGBT nos 26 estados e o Distrito Federal. O prêmio é organizado pela Aliança Nacional LGBT com financiamento do Fundo Positivo e parceria do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania.

Para o subsecretário de Políticas Públicas LGBT+, Vagner Campos Silva, estas conquistas afirmam o comprometimento do Governo do Estado com a pauta. “Mato Grosso do Sul vem se mostrando referência na execução de políticas públicas LGBT+, e essa conquista nos estimula a irmos mais longe. Fomos o primeiro Estado do país a ter uma Subsecretaria LGBT+, a efetivação do Conselho Estadual e um Programa Estadual de Cidadania LGBT+, que foi instituído por meio do decreto, tornando-se um instrumento de formulação e implementação de ações”, destacou.

O levantamento integra o Programa Atena, realizado pela Aliança Nacional LGBTI+ e Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT (GAI), com o apoio institucional do Fórum Nacional de Gestoras e Gestores Estaduais e Municipais de Políticas Públicas para População LGBT (Fonges) e da Associação da Parada LGBT de São Paulo. Também apoiam o programa a Rede Trans Brasil, o Fórum Nacional de Pessoas Trans Negras, a Associação Brasileira de Estudos da Trans Homocultura, a Liga Trans Masculina João W. Nery e o Instituto Brasileiro de Transmasculinidade (Ibrat).

“O mapeamento é muito importante porque ele avalia onde a política pública para as pessoas LGBTQIA+ está dando certo, o que precisa melhorar e o que não precisa, e nos dá insumos. A partir desta e de outras pesquisas, vamos fazer um processo de construção pública de uma política nacional”, afirma a secretária nacional dos Direitos da Pessoas LGBTQIA+ do MDHC (Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania), Symmy Larrat.

Confira a íntegra do mapeamento AQUI e o ranking geral dos estados:

  • 1° Rio de Janeiro: 4,4
  • 2° Mato Grosso do Sul: 3,9
  • 3° Espírito Santo: 3,9
  • 4° Distrito Federal: 3,7
  • 5° Ceará: 3,6
  • 6° São Paulo: 3,5
  • 7° Maranhão: 3,4
  • 8° Piauí: 3,2
  • 9° Pará: 3
  • 10° Pernambuco: 2,9
  • 11° Goiás: 2,9
  • 12° Mato Grosso: 2,8
  • 13° Sergipe: 2,7
  • 14° Paraíba: 2,7
  • 15° Minas Gerais: 2,6
  • 16° Rio Grande do Norte: 2,6
  • 17° Bahia: 2,6
  • 18° Paraná: 2,5
  • 19° Amapá: 2,4
  • 20° Rio Grande do Sul: 2,3
  • 21° Santa Catarina: 2,2
  • 22° Amazonas: 2,2
  • 23° Alagoas: 2,1
  • 24° Acre: 2,1
  • 25° Tocantins: 2
  • 26° Roraima: 1,6
  • 27° Rondônia: 1,6

Jaqueline Hahn Tente, Setescc com informações MDHC 

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp