Campo Grande, 22 de abril de 2024

MS recebe equipe de MG e articula apoio ao estado vizinho no combate à dengue e chikungunya

A SES/MS (Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul) esteve reunida com representantes da SES/MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais) para articular a transferência de tecnologia por meio de Termo de Cooperação Técnica entre os estados.

Minas Gerais se interessou pela plataforma do e-Visita Endemias – que é uma tecnologia desenvolvida pelo Estado para o controle de vetores da dengue, Zika e chikungunya.

Segundo a secretária de Estado de Saúde em exercício, Dra. Crhistinne Maymone, a ciência, tecnologia e inovação – é a saúde baseada na ciência.

“Então com a visita dos nossos colegas de Minas Gerais é possível viabilizar o desenvolvimento da nossa tecnologia que é o e-Visita por meio da transferência de tecnologia, justamente, para que eles possam inovar em seus territórios medidas de combate às arboviroses. Em nosso Estado, o e-Visita é projeto de excelência e eficácia que já ganhou diversos prêmios e é um projeto estratégico de Mato Grosso do Sul. Então, isto significa que nós podemos fazer a troca de tecnologia que também possuem”.

Para o coordenador de Tecnologia da Informação da SES, Marcos Espíndola de Freitas, Mato Grosso do Sul é um dos protagonistas no modelo de desenvolvimento colaborativo no sentido de disponibilizar tecnologia para compartilhamento, mas também está apto a receber tecnologia de outros estados do país.

“Minas vai ser um case do e-Visita bem curioso porque é um estado enorme, eles terão que iniciar um processo de cultura na região. À medida que conseguirmos articular essa transferência de tecnologia e inovação, simultaneamente, vamos conhecer soluções que eles têm para a saúde lá no estado de Minas Gerais”, destaca.

Durante essa semana, a equipe de Minas Gerais acompanhará o coordenador Marcos Espíndola em visita técnica para reconhecimento da aplicação do e-Visita, a fim de conhecer a plataforma em campo.

e-Visita MS

O Projeto e-Visita Endemias é uma solução inovadora e efetiva no monitoramento e controle de focos do mosquito em Mato Grosso do Sul. Idealizado para auxiliar os agentes de saúde no controle de vetores da Dengue, Zika e Chikungunya, a aplicação tem como objetivo gerenciar, controlar e disponibilizar dados coletados para que o ente público tenha capacidade de análise e resposta para contornar situações de risco.

O estado do Pernambuco foi um dos primeiros a querer implementar o projeto e já é usuário da plataforma e-Visita. “Pernambuco está bem contente com a aplicação. Já estamos cumprindo a fase dois, onde as equipes de TI (Tecnologia da Informação) se juntam para montar esse modelo de desenvolvimento colaborativo, como um co-working de TI. Vamos dividir o projeto em pedaços e eles vão desenvolver esse pedaço. É um modelo bem novo no país, é inovador”, comemora Marcos.

Comunicação SES


Foto: Divulgação

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp