Campo Grande, 24 de abril de 2024

AGEMS e MSGás promovem alinhamento técnico para fortalecer distribuição e regulação do Gás em MS

Com as inovações em andamento no mercado de gás natural e a recente mudança no controle acionário da MSGÁS, que agora tem a Commit Gás S.A como acionista (49%) junto com o Governo do Estado (51%), a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos trabalha para fortalecer cada vez mais a contribuição do setor no desenvolvimento sustentável de Mato Grosso do Sul.

Em uma série de encontros técnicos com a distribuidora, a Diretoria de Gás e Energia está atuando para aperfeiçoar a regulação; discutindo contrato, indicadores, novas regras da comercialização, ações e resultados da distribuidora. Em pauta também os programas de incentivo ao GNV e ações conjuntas sobre as condições para aproveitamento do biometano, uma das políticas de desenvolvimento energético do Estado.

“Estabelecemos um cronograma de reuniões periódicas, que estão sendo muito produtivas. O setor de gás vive um novo momento em âmbito nacional, Mato Grosso do Sul tem estratégias de crescer, de inovar, e a regulação está acompanhando tudo isso bem de perto”, conta o diretor Valter Almeida da Silva, que nesta semana esteve mais uma vez na MSGás acompanhado de sua equipe da Câmara Técnica de Gás.

Regulação e desenvolvimento

Todos os aspectos que envolvem a regulação do gás estão sendo aperfeiçoados pela AGEMS –  a fiscalização técnica, Mercado Livre, regulação econômico-financeira. E o dinamismo do novo cenário para o insumo no Estado e no País favorecem essas discussões de melhorias.

O diretor Valter da Silva avalia que o pensamento que chega com o novo grupo associado na MSGás também é um elemento positivo. “É um grupo muito forte, consolidado, que já é responsável pela maior distribuidora do País. Tem sido importante essa discussão sobre a evolução da distribuição, a evolução da regulação, e a expectativa é de resultados muito positivos para investidores e consumidores ao longo do tempo”.

Para os meses de abril e maio, já estão programados ao menos mais três encontros técnicos.

 

Publicado por: Gizele Oliveira

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp