Campo Grande, 13 de junho de 2024

Rede Educativa renova parceria com TV Cultura; alcance do sinal deve chegar a 95% de MS

A Rede Educativa, por meio da Fertel (Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão de Mato Grosso do Sul), renovou, nesta semana, a parceria de sucesso com a TV Cultura de São Paulo. O novo acordo prevê cinco anos de atuação e foi firmado entre o presidente da TV Cultura, José Roberto Maluf, e o diretor-presidente da Fundação, Elias Mendes.

O encontro contou com a presença dos diretores das duas emissoras e prevê também, além da continuidade dessa parceria, que começou há seis anos, a troca de experiências técnicas e comerciais, além do compartilhamento de conteúdo e apoio operacional para a produção.

Atualmente, a TV Educativa em Mato Grosso do Sul tem um alcance de 70% no Estado e exibe 65% da programação da TV Cultura. Com os investimentos feitos pela emissora, o alcance do sinal da TV Educativa deve chegar a 95% do Estado até o fim do ano.

“Viemos com uma comitiva de 13 pessoas para podermos aprender e levar mais informações para nossa TV local. Queremos levar algumas ideias, até a questão de cenário, parte cultural, uma via de mão dupla”, afirmou o presidente da Fertel.

Na ocasião, o presidente da TV Cultura chegou a destacar a emissora sul-mato-grossense como um canal que dá muito orgulho que seja transmitido. “É uma emissora de proa. Vou pedir produção local para nossa rede, não só para o jornalismo, mas no entretenimento”, afirmou.

A TV Cultura possui 60 afiliadas e 340 retransmissoras que levam o sinal a 5,5 mil cidades de 26 estados e do Distrito Federal, com alcance de 212 milhões de pessoas no País.

Representantes da Rede E estiveram no encontro para a troca de experiências de 24 a 26 de abril e, na oportunidade, o grupo foi recepcionado pelo diretor-executivo da TV Cultura SP, Fábio Borba Chateaubriand.

“Estamos vivenciando um momento totalmente diferente na Fertel e nossa missão é buscar formas de melhorias desde a gestão até a execução das atividades jornalísticas. Estar onde estamos demanda também a busca por parcerias positivas e nada melhor do que a troca de experiências para alimentar essas mudanças”, afirmou o diretor-presidente. Para Elias, esse é só o começo de uma grande transformação que está por vir nessa emissora estatal. “Queremos nosso time forte e atuante nessa busca”, enfatizou.

A gerente de jornalismo, Gisllane Leite, também participou do encontro. “Essa troca de experiências entre a Rede e as afiliadas é importante porque além dos conteúdos ficarem com mais qualidade, os profissionais voltam mais motivados e cheios de ideias novas”, disse.

Vivianne Nunes, Fertel

Foto destaque: Saul Schramm

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp