Campo Grande, 22 de junho de 2024

Farmácias nas UPAs podem fechar e a população da Capital fica proibida de adoecer à noite

O fechamento das farmácias 24 horas nas UPAs, anunciado em audiência pública deixou indignado o vereador Ayrton Araújo, líder da bancada do PT na Câmara Municipal de Campo Grande, que juntamente com a vereadora Luiza Ribeiro, decidiu encaminhar expediente à bancada federal de Mato Grosso do Sul, ao ministério da saúde, a prefeita Adriane Lopes e ao Ministério Público para intercederem no sentido de se evitar o fechamento geral das farmácias 24 horas. 

O vereador afirma que é preocupante o quadro em que se encontra o setor de saúde pública da Capital, essa ideia de fechar farmácias 24 horas nas UPAs é antiga e se prevalecer, as pessoas estão proibidas de ficarem doentes à noite e se mesmo assim necessitarem do atendimento em horário noturno, ficam impedidos de pegar o remédio prescrito pelo médico do plantão, haja vista que as farmácias funcionam somente até às 18:00 horas nas UBSs, tendo que gastar sem poder nas farmácias particulares. 

A dificuldade para a população que precisa do poder público de Campo Grande só aumenta e, essa situação se perdura há muito tempo, muitas farmácias que funcionavam 24 horas estão há mais de dois anos fechadas e agora fala-se em fechamento geral, isso é inadmissível, vamos até as últimas consequências para impedir que a nossa população sofra ainda mais pela falta de medicamentos que precisa na hora certa, asseverou o vereador do PT Ayrton Araújo. 

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp