Campo Grande, 19 de julho de 2024

América-MG perde por 3 a 1, mas elimina o Inter da Copa do Brasil nos pênaltis

  • VAR nos pênaltis

    A classificação do América-MG teve uma situação incomum na disputa dos pênaltis. O árbitro de vídeo teve duas intervenções para corrigir problemas nas cobranças. Primeiro, mandou voltar defesa de Pasinato em chute de Alemão. A mais decisiva, no entanto, foi detectar os dois toques de De Pena ao converter. O uruguaio escorregou e tocou com o pé de apoio na bola. Isso anulou o gol e significou erro que culminou na classificação do Coelho após gol de Iago Maidana.

  • Primeiro tempo

    Por mais curioso que possa parecer, o Inter não conseguiu criar tantas chances na pressão inicial. Só que foi muito efetivo para construir o placar que precisava. “Empatou” o confronto em duas cobranças de falta lateral do uruguaio De Pena. Aos 19 minutos, o cruzamento encontrou o zagueiro Nico Hernández para abrir o placar. Doze minutos depois, a bola do camisa 14 encontrou Igor Gomes para o 2 a 0. O terceiro gol saiu em cobrança de pênalti. Lucca foi derrubado, mas o árbitro Luiz Flávio Oliveira mandou o jogo seguir. No árbitro de vídeo, revisou o lance e marcou a penalidade convertida por Pedro Henrique. O Inter viveu 45 minutos quase perfeitos.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp