Campo Grande, 19 de julho de 2024

Corinthians elimina Atlético-MG

O Corinthians conseguiu uma virada impressionante e avançou às quartas de final da Copa do Brasil ao vencer o Atlético-MG por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, na Neo Química Arena, e eliminar o rival nos pênaltis após nova vitória (3 x 1). Considerado azarão depois da derrota por 2 a 0 no jogo de ida das oitavas, no Mineirão, o Timão jogou muito na volta, pressionou o rival e marcou no tempo normal com Matheus Bidu e Róger Guedes (este um golaço, sozinho, na marra!). Nos pênaltis, o time de Vanderlei Luxemburgo também foi mais eficiente: Cássio pegou a cobrança de Hulk, enquanto Edenilson acertou o travessão e Battaglia chutou por cima. No Corinthians, só Yuri Alberto errou, e Maycon fez o gol decisivo para a classificação. 

  • Como fica?

    Agora classificado, o Corinthians conhecerá o rival das quartas de final por meio de sorteio a ser realizado pela CBF, em data a definir. CLIQUE AQUI e veja a tabela da Copa do Brasil.

    Cássio e Fagner comemoram classificação do Corinthians na Copa do Brasil

    Cássio e Fagner comemoram classificação do Corinthians na Copa do Brasil (Foto: Marcos Ribolli)

  • Os pênaltis!

    • O craque do jogo!

      Róger Guedes, mais uma vez, foi decisivo a favor do Corinthians. Apesar de não ter batido pênalti na disputa final (já que ela não chegou à última cobrança…), foi ele quem deu vida ao time com um golaço histórico, no qual recebeu lateral de Matheus Bidu, se livrou do zagueiro, driblou o goleiro Everson e finalizou.

      Decisivo na Copa do Brasil, Roger Guedes celebra classificação: "Merecemos"

      Decisivo na Copa do Brasil, Roger Guedes celebra classificação: “Merecemos”

    • Primeiro tempo

      Com três zagueiros, dois laterais mais adiantados e uma nova formação, o Corinthians começou o jogo cauteloso, esperando o Atlético-MG – que deixou Hulk no banco de reservas, mas ainda assim rodou a bola, fez o tempo passar e quase marcou com Zaracho, em chute desviado por Matheus Bidu. O Timão começou a entrar no confronto subindo a marcação, brigando por cada bola na saída do Galo e criando chances que passaram, quase sempre, pelos pés de Renato Augusto e dos dois jogadores que Vanderlei Luxemburgo “espetou” nos lados. Pela direita, Fagner foi bem agudo e teve ótima chance de abrir o placar após lindo lançamento de Gil e chute cruzado para fora. Pela esquerda, Matheus Bidu fez 1 x 0 aos 33 minutos, após pressão que deu certo, forçou erro de passe de Otávio na entrada da área e gerou a oportunidade que passou por Yuri Alberto e Renato Augusto antes do gol. Poderia ter sido ainda melhor para o Corinthians, já que Yuri Alberto acertou o travessão minutos depois, inflamando de vez a torcida.

      Segundo tempo

      O técnico Eduardo Coudet acionou titulares que estavam poupados, e o Atlético-MG voltou do intervalo com quatro mudanças: entraram Saravia, Dodô, Battaglia e, claro, Hulk. Apesar disso, o Corinthians continuou com o bom momento no jogo e criou (também perdeu) mais chances – uma em “dupla” bola na trave após cruzamento na área, outra com Yuri Alberto, que recebeu lindo lançamento de Fausto Vera nas costas da zaga, mas finalizou à direita do gol. O Timão pressionou e buscou o placar de que precisava graças a Róger Guedes, que em jogada individual invadiu a área, passou até por Everson e marcou o segundo. Com atmosfera totalmente a favor, o Timão foi fortalecido para os pênaltis e confirmou a classificação.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp