Campo Grande, 18 de junho de 2024

Governo dos EUA nega extradição de pilotos do jato Legacy que derrubaram avião da Gol

O governo dos Estados Unidos negou a extradição dos pilotos que conduziam o jato Legacy no momento em que ele se chocou contra um avião da Gol e o derrubou, em 2006. Os americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino foram condenados pela Justiça brasileira por terem provocado do acidente, que deixou 154 mortos. Os dois conseguiram fazer um pouso de emergência e saíram ilesos.

A informação é da “Folha de S. Paulo”. O governo americano confirmou a recusa este mês, sob a justificativa de que a extradição não está prevista no tratamento firmado entre os Estados Unidos e o Brasil. Segundo o jornal, as autoridades brasileiras irão acatar a decisão, que já foi transmitida aos parente das vítimas.

O voo 1907 da Gol fazia o trajeto fazia a rota Manaus-Brasília, tendo o Rio como destino final. No entanto, foi atingido pelo Legacy e caiu no Norte do Mato Grosso, a 692 km de Cuiabá, na reserva indígena do Xingu, já na divisa com o Pará. A Justiça Federal analisou que infrações cometidas por Lepore e Paladino foram determinantes para o acidente e pediu a prisão dos pilotos americanos, condenados a três anos de prisão em regime aberto.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp