Campo Grande, 18 de junho de 2024

No Dia Mundial da Cobra, Bioparque Pantanal destaca importância da sucuri “Gaby” para a educação ambiental

Comemorado no dia 16 de julho, o Dia Mundial da Cobra é uma oportunidade de conscientizar a população sobre a importância do animal na natureza. No Bioparque Pantanal, a famosa sucuri-verde, de nome científico Eunects murinus, batizada carinhosamente de “Gaby Amarantos”, chama atenção pela beleza e imponência, mas seu principal papel é desmistificar que esse tipo de animal é maléfico, reforçando sua função ecológica e a importância de preservar sua vida.

Conforme explica a diretora do complexo de água doce, Maria Fernanda Balestieri, um dos pilares do empreendimento é a educação ambiental, e a sucuri desempenha esse papel importante de conscientização e sensibilização não só com crianças, mas com adultos também.

“Mostramos aos visitantes a importância do papel das serpentes no ecossistema, os danos causados com sua retirada da natureza, seja por meio de tráfico ilegal de animais silvestres ou matanças desnecessárias”.

Vinda do Pará, o réptil tem o hábito predominantemente carnívoro e tem como principal papel o controle de populações. A bióloga-chefe do Bioparque, Carla Kovalski destaca que a exterminação da espécie acarreta um desequilíbrio ecológico no meio ambiente.

“O papel da Gabi no Bioparque é justamente desmistificar a ideia que a maioria das pessoas têm sobre as serpentes, que são animais perigosos, que atacam, que matam por prazer. A sucuri tem o hábito alimentar que é natural para o animal, e ela vai predar quando estiver com fome ou sob ameaça, uma forma de autodefesa. Exemplo disso é quando o animal está em seu habitat natural e as pessoas querem pegar, passar a mão, ter uma interação forçada. Ter esse animal conosco, além de contribuir com a pesquisa, ajuda a salvar outros animais”.

Em relação à sucuri do complexo voltar para a natureza, a bióloga esclarece que o réptil já vivia em um cativeiro no Pará, sob cuidados humanos, não podendo ser inserida novamente em seu local de origem, pois não conseguiria se readaptar, muito menos se alimentar sozinha.

A sucuri é considerada a maior serpente do mundo em volume corporal, podendo ultrapassar seis metros de comprimento. Sua expectativa de vida é de dez anos em ambiente natural e de 30 anos em cativeiro.
Sua dieta é variada, em seu habitat natural ela mata suas presas por constrição, alimentando-se de peixes, anfíbios, jacarés, aves, capivaras, animais domésticos e até mesmo onças.

Sobre o Bioparque Pantanal

Gabi 5 Bioparque Eduardo Coutinho No Dia Mundial da Cobra, Bioparque Pantanal destaca importância da sucuri “Gaby” para a educação ambiental

O Bioparque Pantanal é um empreendimento público estadual, vinculado à Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (SEGOV), dirigido por uma Diretoria-Geral.

Inaugurado em 28 de março de 2022, o maior aquário de água doce do mundo é um espaço firmado por importantes pilares, são eles, educação ambiental, pesquisa, conservação, inovação, inclusão, lazer e cultura.

Com 21 mil metros quadrados de área construída, o local conta com cinco milhões de litros de água e mais de 350 espécies de animais. O complexo vai além da contemplação e tem como finalidade agregar experiência e conhecimento.

Rosana Lemes, Bioparque Pantanal
Fotos: Eduardo Coutinho

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp