Campo Grande, 18 de junho de 2024

Em homenagem a ex-governador, Eduardo Riedel destaca laços com o Paraguai

Mato Grosso do Sul compartilha com o Paraguai cultura e história. A relação é tão próxima e intensa que ícones da cultura do país vizinho se transformaram em símbolos também do Estado. É o caso do tereré, da chipa, sopa paraguaia e de gêneros musicais como polca, guarânia e chamamé – presentes em todos os cantos de Mato Grosso do Sul.

Além desses laços culturais e históricos, Mato Grosso do Sul e Paraguai possuem vínculos de amizade que se transformam em obras e ações integradas beneficiando ambos os povos.

Em reconhecimento a essa parceria, o ex-governador Reinaldo Azambuja (2015-2022) recebeu, nesta quinta-feira (20), no auditório da governadoria, a mais alta condecoração da República do Paraguai, a Ordem Nacional do Mérito, no grau de comendador.

Por meio de decreto, publicado no dia 3 de abril de 2023, o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, concedeu ao ex-governador a honraria, que foi atribuída pelo governo paraguaio a Reinaldo Azambuja por sua solidariedade com o país e os benefícios outorgados aos cidadãos paraguaios.

O governador Eduardo Riedel fez questão de prestigiar a homenagem ao amigo e destacar as parcerias e laços com o país vizinho.

“Mais do que nunca essa tradição histórica Mato Grosso do Sul-Paraguai vai se estreitando não só por causa da ponte, da Rota Biooceânica, mas porque realmente os laços sócio-econômicos estão acontecendo. Ontem (19), em Itaipu, estive com o presidente discutindo a dragagem do rio Paraguai e foi a coisa que o presidente eleito Santiago Penã mais falou no almoço que teve comigo em Assunção. Então, veja que as coisas estão acontecendo em uma velocidade rápida. Eu não tenho dúvida de que Mato Grosso do Sul, olhando para o Pacífico, do ponto de vista econômico – social vai ter vai ter no Paraguai um parceiro estratégico altamente importante e que esses laços que já são históricos vão se fortalecer”, disse.

O cônsul geral da República do Paraguai em Campo Grande, Ricardo Caballero Aquino, destacou a parceria do Estado com o Paraguai no enfrentamento à pandemia de Covid-19. “Graças às medidas sanitárias adotadas por Mato Grosso do Sul foram preservadas muitas vidas de paraguaios e brasileiros”, lembrou.

Já o ex-governador Reinaldo Azambuja afirmou que a homenagem deve ser compreendida como de todos os sul-mato-grossenses. “Essa condecoração que eu recebo, tenho certeza que é extensiva a todo o povo sul-mato-grossense. No momento em que eu recebo é o povo de Mato Grosso do Sul que recebe porque é quem eu estava representando”, destacou.

Prestigiaram a solenidade o embaixador Juan Angel Delgadilho; a primeira-dama Mônica Riedel e a ex-primeira-dama Fátima Azambuja; vice-governador José Carlos Barbosa (Barbosinha); secretários de Estado Jaime Verruck (Semadesc), Flávio César (Sefaz), Ana Nardes (SAD), Hélio Daher (Educação), Hélio Peluffo (Seilog) e Patrícia Cozzolino (Sead); procuradora-geral do Estado, Ana Carolina Ali Garcia; senador Nelsinho Trad; deputado federal Beto Pereira; deputado estaduais Professor Rinaldo, Junior Mochi e Coronel Davi, além de vereadores, entre outras autoridades.

Paulo Fernandes, Comunicação do Governo de MS
Fotos: Saul Schramm

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp