Campo Grande, 18 de junho de 2024

Infovia abre transformação digital de MS e fortalece evolução sustentável do Estado

Cabos com grande potência de transmissão de dados sendo instalados diariamente por cerca de 8 km em ruas, avenidas e diversos pontos de uso comum. A conectividade pública, com efetividade, começou a tomar forma em maio deste ano em projeto inovador executado em Mato Grosso do Sul com o que há de mais avançado na tecnologia de telecomunicações.

Essa é a Infovia Digital, projeto do Governo sul-mato-grossense que sai do papel a partir da PPP (Parceria Público-privado) com os chilenos da Sonda, empresa de tecnologia que tem como responsabilidade interligar os 79 municípios do Estado com fibra óptica.

O trabalho por trás de toda essa tecnologia foi conhecido nesta sexta-feira (28) no Chile pelo governador Eduardo Riedel, que aproveitou a visita a Arauco – que vai se instalar a partir de 2025 no Estado, investindo US$ 3 bilhões na região de Inocência – para também conhecer o dia a dia da empresa que vai garantir conectividade de excelência em Mato Grosso do Sul.

“Fizemos uma visita técnica para entender mais sobre o trabalho da Sonda, a tecnologia que está por trás dos cabos de fibra óptica. A empresa tem um faturamento de 1,2 bilhões de dólares, 13 mil funcionários, trabalham na América do Norte e na América do Sul, e agora vão conectar o Mato Grosso do Sul”, explica o governador.

Riedel prossegue a fala frisando que o Estado será um “parceiro estratégico” da Sonda. “Até o final do ano que vem os 79 municípios estão contectados. Isso significa transformação na saúde, segurança pública, na nossa educação. Nas praças, 129 delas terão wi-fi gratuita nos 79 municípios. É o Mato Grosso do Sul se modernizando com um projeto inédito no Brasil”.

Ao todo, o contrato da Infovia Digital prevê a instalação de 7 mil quilômetros de rede de fibra em todo o Mato Grosso do Sul, disponibilizando serviços de transmissão de voz, imagem e dados por meio de rede própria de fibra óptica de alta capacidade e velocidade.

Serão interligados 1.634 pontos de acesso do Governo, 15 mil ramais VOIP, wi-fi público em 129 praças públicas de todas as cidades sul-mato-grossenses, além câmeras de monitoramento remoto, auxiliando os serviços de segurança pública e socorro.

“Essa visita foi fundamental, pois veio o governador com uma comitiva que mostra a disposição política do Governo de Mato Grosso do Sul em buscar a transformação digital em um ritmo acelerado, olhando todas as portas que se abrem em benefício à população”, comenta o membro do Conselho da Sonda, Ingo Plöger, presenta na visita dos sul-mato-grossenses.

Ingo complementa que a Infovia não é só digitalização através de cabeamento, mas também um instrumento para levar benefícios nas áreas de saúde e segurança pública, por exemplo. “O povo vai se beneficiar de um processo de inserção que capacita pela tecnologia, para um melhor emprego, por uma melhor forma de vida”, destaca o empresário.

Por fim, Plöger afirma ter sentido que o Governo está focado em buscar a transformação, não só digital, em ritmo acelerado. “Isso nos deixou muito impressionado. Mato Grosso do Sul está a frente de outros estados dentro do processo inovador, trazendo integração digital. Só o Piauí teve essa iniciativa também, mas o Mato Grosso do Sul está em um ritmo muito acelerado, integrando todos os serviços públicos”, encerra Ingo.

Secretarias, autarquias, fundações, escolas e universidades estaduais, agências fazendárias, hospitais regionais, estabelecimentos penais, delegacias de polícia, defensorias públicas e procuradorias dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul terão transmissão de dados em alta velocidade e qualidade, ampliando o alcance de seus serviços.

O avanço digital engloba vários serviços, como o de telefonia. Todo o sistema do Governo será substituído por ramais VOIP, com conexão de fibra ótica. A proposta deve reduzir os custos com telefonia clássica do Estado, solução mais moderna e que possibilita integração com outras ferramentas dentro dessa rede. Em um futuro projeto de extensão, a rede poderá oferecer serviços de como videomonitoramento, diagnóstico de imagens médicas, ensino à distância.

Em Campo Grande, serão ao todo 300 quilômetros de fibra para a cobertura de 280 pontos, cinco praças com acesso wi-fi e oito pontos com monitoramento por câmeras de vídeo.As praças públicas selecionadas para disponibilizar wi-fi com acesso gratuito são: Parque do Sol, Praça do Peixe, Praça Bosque da Paz, Praça Recanto dos Pássaros e Praça República da Bolívia.

A implantação da Infovia Digital deverá estar totalmente concluída até julho de 2024. O valor de investimento do contrato é de R$ 887 milhões, sendo R$ 306 milhões para a implantação da infraestrutura e R$ 581 milhões para operação e manutenção. O contrato durará 30 anos.

O governador Eduardo Riedel está no Chile e visitou tanto Arauco quanto Sonda acompanhado pelo secretário estadual de Desenvolvimento, Jaime Verruck, o ex-governador Reinaldo Azambuja, a senadora Tereza Cristina e o prefeito de Inocência, Toninho da Cofap.

Nyelder Rodrigues e Guilherme Pimentel, Comunicação Governo de MS
Fotos: Guilherme Pimentel

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp