Campo Grande, 22 de junho de 2024

Zenit pede Pedro ou Victor Hugo para liberar Wendel, mas Flamengo recusa e vê Napoli entrar na briga

Flamengo quer Wendel, e a recíproca é verdadeira. Porém, a negociação com o Zenit está complicada. O Rubro-Negro subiu a proposta para 16,8 milhões de euros (R$ 87 milhões), mas vê os russos irredutíveis com a pedida de 18 milhões de euros (R$ 93 milhões).

Na última semana, houve reuniões diárias entre o staff de Wendel e a direção do Zenit. Inicialmente, os russos pediram 25 milhões de euros (R$ 130 milhões), mas aceitaram negociar por 18 milhões de euros por 90%. O Flamengo, que enviou a primeira proposta na casa dos 13 milhões de euros, esticou a corda até 16,8 milhões de euros nos últimos dias por 80% dos direitos do volante.

Wendel está na mira do Flamengo — Foto: Divulgação/Zenit

Wendel está na mira do Flamengo — Foto: Divulgação/Zenit

A vontade do jogador de defender o Flamengo deixou o clube rubro-negro confiante em um desfecho positivo nos últimos dias da janela, que se encerra nesta quarta-feira.

O cenário, porém, ganhou novo complicador. O Napoli entrou na disputa e ofereceu 25 milhões de euros. O Rubro-Negro está ciente da proposta dos italianos, assim como o staff de Wendel. O jogador, que já acertou salários com o Flamengo, prefere voltar ao Brasil

Na rodada de conversas, o Zenit chegou a dar ao Flamengo a opção de envolver jogadores na negociação. O clube russo disse que aceitaria o atacante Pedro ou o volante Victor Hugo para liberar Wendel. O Rubro-Negro recusou o pedido e seguiu tentando a liberação de outra forma.

Pedro, inclusive, não compareceu ao treino desta segunda-feira. Agredido com um soco pelo preparador físico Pablo Fernández na noite de sábado, o atacante alegou dores no rosto e desconforto psicológico.

Sem entrar em acordo com o Zenit, o Flamengo vê o tempo passar e entra em contagem regressiva para fechar a quarta contratação da janela. O goleiro Rossi, o atacante Luiz Araújo e o volante Allan foram as primeiras movimentações rubro-negra.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp