Campo Grande, 22 de junho de 2024

Bioparque Pantanal recebe visita de 250 estudantes universitários do Projeto Rondon

O Bioparque Pantanal recebeu a visita de estudantes universitários de todo o País, voluntários do Projeto Rondon. Após três semanas de operação em Mato Grosso do Sul, a ação interministerial do Governo Federal composta por 250 estudantes encerrou suas atividades conhecendo os trabalhos de pesquisa, cultura e inclusão desenvolvidos no maior circuito de aquários de água doce do mundo.

Na avaliação do diretor do Departamento de Projetos Sociais do Ministério da Defesa, William Abrahão, os pilares do complexo estão alinhados aos objetivos do Projeto Rondon, que são, o desenvolvimento de práticas de inclusão social, redução de desigualdades regionais e fortalecimento da Soberania Nacional.

“Não poderíamos deixar de mostrar aos cidadãos brasileiros um investimento do Estado do Mato Grosso do Sul tão exitoso como o Bioparque Pantanal, e que tem pilares de atuação muito semelhantes aos do Projeto Rondon. Aqui se trabalha com pesquisa, inovação e inclusão social, e com um capital humano intelectual muito significativo que compartilha conhecimento atuando em prol da diversidade. O empreendimento está de parabéns, estamos impressionados”, comentou Abrahão.

O secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica, Pedro Caravina, destacou a integração do projeto com o Mato Grosso do Sul. “Além de ter uma importância significativa na formação dos estudantes universitários, promove a integração social, com a sensibilização da população para questões como saúde, educação e comunicação. Recebemos com muita alegria mais essa edição do Projeto Rondon, que sempre traz reflexões muito importantes. Esperamos que as experiências compartilhadas aqui no Mato Grosso do Sul sirvam para fortalecer a integração nacional, por meio do saber, do respeito ao próximo e do conhecimento”.

Para a diretora-geral do Bioparque Pantanal, Maria Fernanda Besletieri, a visita dos estudantes ao complexo foi um momento muito rico em conhecimento. “Nosso espaço vai muito além da contemplação. A visita foi uma oportunidade de estreitar a relação com um projeto nacional que tem objetivos semelhantes no desenvolvimento social, na conservação e na pesquisa. Recebemos 250 estudantes universitários do todo o Brasil, futuros profissionais que estarão ingressando no mercado de trabalho alinhados com os nossos pilares e levarão o nome do Bioparque a todo o país”, disse.

Fundado em 1967, com o apoio das Forças Armadas, o Projeto Rondon envolve estudantes universitários voluntários que buscam soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades e do bem-estar da população. Nesta edição, o Projeto Rondon visitou 12 municípios de Mato Grosso do Sul ao longo do mês de julho.

Eduardo Coutinho, Bioparque Pantanal
Fotos: Eduardo Coutinho

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp