Campo Grande, 18 de junho de 2024

Apoiada pelo Governo de MS, Orquestra Indígena de Anastácio conquista projeção nacional

Projeto do Instituto de Arte, Cultura e Desenvolvimento – Ressoarte, apoiado pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, da cidade de Anastácio, recebeu um convite para apresentação da Orquestra Indígena Teko Arandú no programa de maior audiência da Rede Globo, neste domingo (6).

Foram três meses de tratativas desde o primeiro contato da equipe de produtores da Rede Globo com a equipe de coordenação do Instituto Ressoarte até a oficialização do convite para a apresentação de um dos projetos da organização no Programa Domingão com Huck, hoje ao vivo.

O projeto que chamou a atenção dos produtores do programa é o “Orquestra Indígena Teko Arandú” cuja expressão significa “modo sábio de viver”. A orquestra teve início no de 2013 com apoio do Instituto Oi Futuro, por meio do edital Oi Novos Brasis. A partir daí, iniciou-se também uma promissora agenda de arte-transformação, inclusão e inovação social no interior do estado de Mato Grosso Sul. Em 2014, a iniciativa alcançou projeção nacional e foi selecionada pelo Ministério da Cultura para um ciclo de apresentações durante a Copa do Mundo, também na cidade do Rio de Janeiro.

Com mais de 500 alunos formados, indígenas e não-indígenas, no ano de 2021 o projeto conquistou apoio para sua reestruturação e ampliação através de um chamamento público do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul através da atual Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), por meio dos recursos do Funles (Fundo de Defesa e Reparação de Interesses Difusos Lesados).

O Instituto Ressoarte tem a direção-geral Maria Cristina Pacheco, mestra indígena da etnia Terena, que há mais de 30 anos fomenta o desenvolvimento cultural na região por meio das artes integradas.

Segundo o coordenador do projeto e articulador territorial, Alessandro Cintra, o reconhecimento por parte da Rede Globo, do Luciano Huck e de todos os envolvidos só revela que o Ressoarte está no caminho certo empreendendo sonhos e salvando vidas.

O projeto tem ainda como professor o musicista Vitor Junior Pacheco, responsável pelo ensino musical e concepção dos espetáculos da orquestra, concepção do professor e pesquisador Adriano Castro, além do apoio administrativo de Carol Mendes.

Sobre o Instituto Ressoarte

O Instituto RessoArte é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que tem como sua missão principal a construção de uma sociedade mais justa, solidária e sustentável. Neste ano, o Instituto Ressoarte completará 15 anos de fundação, sempre atuando por meio de oficinas, cursos de formação, palestras e projetos com foco da cultura, educação, tecnologia, patrimônio, geração de renda e economia criativa. O Instituto desenvolve suas ações focalizando crianças e adolescentes da rede pública de ensino, bem como jovens e adultos dos municípios de Anastácio e Aquidauana, situados a 125 quilômetros da capital Campo Grande.

WhatsApp Image 2023 08 06 at 08.53.05 1 Apoiada pelo Governo de MS, Orquestra Indígena de Anastácio conquista projeção nacional

Instituto Ressoarte

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp