Campo Grande, 26 de maio de 2024

Governo firma compromisso com a Bracell para conservação de parques e florestas nativas em MS

Com foco em uma gestão verde e sustentável, o governador Eduardo Riedel firmou um termo de compromisso com a empresa de celulose Bracell, que visa a conservação de parques estaduais e municipais e proteção de florestas nativas em Mato Grosso do Sul. O documento foi assinado nesta segunda-feira (28), no Gabinete do Receptivo.

Este programa se chama “Compromisso Um para Um”, que é uma ação inédita em que a cada 1 hectare plantado de eucalipto até 2025, a empresa vai proteger, conservar ou restaurar 1 hectare de floresta nativa dentro do Estado. Dentro desta parceria serão beneficiados dois parques estaduais em Campo Grande (Prosa e Mata dos Segredos), assim como o Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari e o Parque Natural Municipal do Pombo, em Três Lagoas.

“Viemos aqui fazer o compromisso 1 para 1, que é um programa inédito no Brasil, onde uma empresa ela tem o objetivo até o final de 2025 alcançar para um hectare de eucalipto, manejar ou apoiar o mesmo um hectare de área de conservação nativa. Temos parcerias aqui no Estado, de apoiar unidades de conservação do Estado e também no município de Três Lagoas”, afirmou João Carlos Augusti, gerente de sustentabilidade da Bracell.

O secretário Jaime Verruck, da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Ciência, Tecnologia e Inovação) destacou que esta parceria com a empresa mostra que ambos seguem a mesma linha de sustentabilidade, com uma agenda verde bem definida.

“A Bracell tem uma linha de sustentabilidade, que está alinhado com a estratégia do Governo. Então é fundamental que a gente faça um fortalecimento de parcerias. O Estado está criando uma cultura florestal, que se expande, mas com conceito de sustentabilidade inseridos. Pensar no verde, no sistema de cooperação do setor privado e público”, completou Verruck.

O prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro, também elogiou a parceria firmada. “Compromisso que é bom para as duas partes, tanto para o município que assume parte da sua responsabilidade, e outra parte também evita as queimadas, para preservar o Parque do Pombo, que hoje é de 9 mil hectares, que temos em preservação. Esta reserva é cercada por outras florestas. Esta parceria vai contribuir muito”.

Leonardo Rocha e Natália Yahn, Comunicação do Governo de MS
Fotos: Saul Schramm

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp