Campo Grande, 26 de maio de 2024

Botafogo esta eliminado na Sul-Americana

Por Sergio Santana — Rio de Janeiro

A eliminação para o Defensa y Justicia foi a pá de cal em uma série de decisões erradas do Botafogo em toda a campanha na Copa Sul-Americana. Por mais que nunca admitido publicamente, a competição foi colocada em “segundo plano” nessa caminhada do Alvinegro pela América do Sul. O foco por um possível título do Brasileirão é justo, mas não pode servir como desculpa para essa postura.

Com a cabeça no Campeonato Brasileiro e em pôr fim no jejum de 28 anos sem título grande, o Alvinegro colocou equipes mistas em boa parte dos jogos da Sul-Americana. Algo que por ser visto até normal pelo caótico calendário do futebol brasileiro. A bronca ficou pela postura e a forma como o time abordava os jogos da competição internacional.

Por mais que o Brasileirão esteja (bem) perto, um clube que há tanto tempo não levanta um troféu de expressão e está com uma sinergia tão forte entre torcida e atletas não pode se dar ao luxo de simplesmente “abrir mão” de uma competição. Veja bem: a expressão está entre aspas porque em nenhum momento o foco na Sul-Americana deixou de existir internamente, mas não foi tocada da mesma forma que o campeonato nacional.

A queda na Sul-Americana parecia questão de tempo desde a primeira rodada, até com Luís Castro no comando. Pareciam dois ‘Botafogos’ coexistindo: um aos finais de semana, atropelando adversários no tapetinho e fazendo uma campanha histórica no Brasileirão de forma natural; o outro, aos meios de semana, com erros bobos e dificuldade de atacar equipes bem piores tecnicamente – até mesmo o próprio Defensa y Justicia, que o Botafogo tinha condições de passar mesmo rodando o elenco.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp