Campo Grande, 26 de maio de 2024

“Sua opinião conta”: Agems elabora pesquisa de satisfação sobre transporte intermunicipal

Quem viaja de ônibus entre os municípios de Mato Grosso do Sul pode opinar sobre como está o serviço e contribuir para projetos de aprimoramento. A Agência Estadual de Regulação (Agems) está realizando uma pesquisa para colher a percepção dos usuários sobre esse e outros serviços regulados, para identificar pontos fortes, áreas de melhoria e oportunidades para aperfeiçoar a prestação.

Como participar

No transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, o cidadão pode participar de duas formas, acessando o formulário on line ou respondendo ao questionário presencial feito por fiscais da Agems dentro dos ônibus.

O formulário digital está disponível no endereço https://www.agems.ms.gov.br/pesquisa-de-satisfacao/. O link pode ser acessado também pelo site a Agência Reguladora (www.agems.ms.gov.br).

Para a pesquisa presencial, a equipe de fiscalização está percorrendo trechos de diversas linhas, conversando com os viajantes e colhendo as opiniões.

O que a Agems quer saber

O usuário não precisa se identificar para responder a pesquisa. No questionário, só é preciso indicar a origem e destino da linha em que viajou ou está viajando, e informar se o veículo é do tipo ônibus ou micro-ônibus.

Na sequência, o cidadão avalia cinco pontos principais: atendimento, condições operacionais do veículo, deslocamento e segurança. Cada tópico possui cinco perguntas, com opção de avaliação como Péssimo, Ruim, Regular, Bom e Ótimo para cada quesito.

“Todos que viajam de ônibus intermunicipal estão convidados a participar, a opinar, a fazer sua avaliação. Esse levantamento é parte dos esforços contínuos que fazemos para aprimorar a qualidade dos serviços públicos essenciais prestados à população”, ressalta o diretor-presidente da Agems, Carlos Alberto de Assis.

Outros serviços

A pesquisa de satisfação também está sendo feita com os usuários da rodovia concedida MS-306, os clientes de água, esgotamento sanitário e resíduos sólidos das cidades com serviços reguladas pela Agência, e clientes de gás canalizado fornecido pela MSGÁS.

Gizele Oliveira, Comunicação da Agems
Foto: Divulgação

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp