Campo Grande, 26 de maio de 2024

Cadeia produtiva da avicultura de MS cresceu neste ano mesmo diante da ameaça da gripe aviária

A avicultura de Mato Grosso do Sul respondeu por 3,77% da receita brasileira com exportações (US$ 4,1 bilhões) de carne de frango e ocupou o 7º lugar no ranking nacional nos primeiros cinco meses deste ano. Comparando a movimentação de animais para terminação, houve um aumento de 3,84% em relação ao mesmo período do ano anterior. Isso confirma um movimento de crescimento no setor no Estado.

O número de animais movimentado para abate nos 5 primeiros meses de 2023, foi de 73 milhões de aves, mantendo patamares do ano de 2022, que foi acima de 70 milhões de animais abatidos. Quando comparamos com os últimos 6 anos (2017/2023) temos um acréscimo de 16,13%.

O avanço aponta que mesmo diante do risco da gripe aviária, o Estado fez seu dever de casa, criando barreiras sanitárias para evitar a entrada da doença, fiscalizando as propriedades e ainda ampliou a capacidade de abate.

Para incentivar ainda mais a produtividade, o Governo do Estado tem apoiado a expansão da atividade e levado até os produtores os incentivos do programa Frango Vida da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc). Hoje o programa conta com 249 estabelecimentos cadastrados e somente neste ano mais de R$ 15,5 milhões em incentivos foram pagos aos produtores de aves.

“Trata-se de um programa que visa incentivar a atividade gerando mais empregos e desenvolvimento”, salientou o secretário de Estado, Jaime Verruck.

exposidroaviacutlua Cadeia produtiva da avicultura de MS cresceu neste ano mesmo diante da ameaça da gripe aviária

Encontro Tecnico de Avicultura contou com presença do gestor da Semadesc, Rubens Mello, equipe do Senar-MS e diretoria da Avimasul

Na última sexta-feira (07) o gestor de avicultura da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc) Rubens Flávio Mello Correa falou sobre o progrma Frango Vida a cerca de 200 participantes do Encontro Técnico de Avicultura, realizado durante a Exposidro em Sidrolândia. O evento foi promovido pelo Senar-MS e Sindicato Rural de Sidrolândia.

Segundo o veterinário e gestor da Semadesc a apresentação destacou a política pública do Frango Vida. Criado em 2022 o programa busca apoiar a expansão e modernização da avicultura de corte; assegurar e manter a saúde do rebanho e a biossegurança nas instalações avícolas e a regularização ambiental, sanitária, trabalhista e de adoção das boas práticas de produção.

“O programa premia os avicultores que cumprem todos os critérios com 32% do ICMS em incentivo, mais 1,5% a cada critério complementar cumprido, totalizando 18%. Todos os critérios obrigatórios e complementares cumpridos = 50% do ICMS em incentivo”, sinalizou.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp