Campo Grande, 26 de maio de 2024

Beto Pereira é o Presidente do PSDB de Campo Grande MS

Em ato concorrido e prestigiado por vários partidos, nome do pré-candidato foi aclamado em convenção

Não poderia ser mais animador para o ninho tucano a Convenção Municipal que no sábado, 16, elegeu para a sua presidência em Campo Grande o deputado federal Beto Pereira. Seu nome foi aclamado pelas lideranças e militantes que tomaram conta da Câmara de Vereadores, numa sinalização indiscutível de apoio ao pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Campo Grande.

Betoassume Beto Pereira é o Presidente do PSDB de Campo Grande MS
O deputado federal Beto Pereira: pré-candidato com apoio total do partido (Foto: Divulgação)

O ex-governador e presidente do Diretório Regional, Reinaldo Azambuja; o governador Eduardo Riedel; o coordenador político do diretório, Sérgio de Paula; deputados federais e estaduais, vereadores, dirigentes classistas e comunitários – enfim, centenas de lideranças e pessoas anônimas, simpatizantes do partido, realizaram um grande e empolgado ato democrático.

PARTIDO VITORIOSO

Beto Pereira disse que via no evento uma fotografia fiel do que é o PSDB: “Um partido forte e unido, de pessoas que fazem a política com grandeza, que sabem governar, que cumprem com responsabilidade os seus mandatos, que desempenham o papel exigido pela sociedade. É um partido que constrói bons resultados, como têm sido nossos três governos estaduais. é vitorioso, é o partido que a população confia e que, em cada eleição, faz a campanha propositiva, o debate e a defesa sem tréguas da democracia”.

O novo dirigente distribuiu vários elogios a Azambuja e Riedel, aos detentores de mandato, filiados e dirigentes municipais e estaduais, citando setores internos, como a Juventude Tucana, o PSDB Mulher, o Diversidade, o Comunitário e o Tucanato. “Não tenho nenhuma dúvida: estamos coesos, unidos, e assim seguiremos nas atividades partidárias, na cooperação com os governo do Estado e dos Municípios e, sobretudo, na campanha”, assegurou.

Sobre a pré-candidatura, Beto agradeceu à confiança de Azambuja, Riedel, Sérgio de Paula, deputados, vereadores e prefeitos e salientou estar preparado para responder às esperanças do PSDB. Lembrou que há 12 anos, quando Azambuja disputou a prefeitura da Capital, foi feito um levantamento das carências da cidade, que hoje, a seu ver, continuam as mesmas.

Um dos itens que citou é a inexistência de um Hospital Municipal. Referiu-se então a uma obra anunciada recentemente, sem a indicação da fonte de recursos, da localização e outros dados capazes de confirmar que o anúncio não é apenas um aceno vazio. “É preciso que se tenha a informação completa, que a sociedade saiba exatamente se é real, se é algo viável ou não passa de um desejo, de um projeto inconsistente”.

A eleição de Beto Pereira levou à Câmara dezenas de dirigentes e representantes de outras legendas e forças sociais, algumas já com seus pré-candidatos definidos, como o MDB, de André Puccinelli (MDB); o PP, da prefeita Adriane Lopes; o PSD, do deputado Pedrossian Neto; e o União Brasil, da ex-deputada Rose Modesto. Causou surpresa a presença maciça de vereadores da base de sustentação da prefeita Adriane Lopes.

Além do presidente Beto Pereira, foram eleitos o 1º Vice, Marcelo Ferreira Miranda; 2º Vice, Flávio César; 1º Tesoureiro, Valter Caxiado, 2º Tesoureiro, Francisco Bandeira; 1º Secretário, Thiago Gonçalves; 2º Secretário, Jonas de Paula; os vogais Claudinho Serra, Juari Pinto e Ricardo Sena; os suplentes Kelly Cristina Rodrigues, Rodrigo Machado, Gisele de Castro e Getúlio Barbosa Junior. O líder da bancada na Câmara Municipal é o vereador Ademir Santana.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp